Nápoles (Pompeia)

Como chegamos

Trem de Florença para Nápoles pela Rail Europe (Frecciarossa 9517), aproximadamente 2:50hs de viagem, saindo da estação Santa Maria Novella, em Florença, e chegando na estação Napoli Centrale, em Nápoles.


Onde ficamos

Mercure Napoli Garibaldi – Via G.Ricciardi, 33 – Nápoles – Itália
Faça sua reserva ou envie um email ou visite o site

Período: 2 dias / 1 noite (agosto de 2013)

Nossa avaliação: Bom hotel. Quarto bom, com boa cama, TV e frigobar. Bom café da manhã. Localização razoável (fica próximo da estação de trem mas é uma área um pouco confusa e perigosa).


O que fizemos

1º dia: Chegada à Nápoles e visita ao Museu Arqueológico Nacional

Chegamos na cidade e tínhamos decidido ficar num hotel bem próximo da estação pois seria por apenas uma noite. Deixamos as malas no hotel e saímos para conhecer a cidade. Desde que chegamos na Itália, esse foi o primeiro lugar que não recomendaram que andássemos com câmeras e filmadoras, pois a cidade é bem diferente das demais, cidade portuária, muito bagunçada e tumultuada. Resolvemos então conhecer pelo menos o Museu Arqueológico Nacional, que abriga uma extensa coleção de arte da Antiguidade, com diversos achados arqueológicos de Estábia, Herculano e Pompeia, esta que seria o nosso destino do dia seguinte. Depois de pegarmos o metrô na estação Garibaldi, próxima do hotel, e descermos na estação Cavour, chegamos no museu que de fato merece uma visita, por suas belas obras, muitos mosaicos e afrescos, como também o Gabinete Secreto, com grandes curiosidades sobre as orgias de Pompeia.

Italia - Napoles - Museu Arqueologico Nacional
Museu Arqueológico Nacional
Italia - Napoles - Museu Arqueologico Nacional
Museu Arqueológico Nacional
Italia - Napoles - Museu Arqueologico Nacional
Museu Arqueológico Nacional

Ao sairmos do museu, resolvemos voltar caminhando para conhecer mais um pouco da cidade. No caminho, passamos pela Catedral de Santa Maria Assunta, também conhecida por Duomo de Nápoles, e que é a principal igreja da cidade. É uma belíssima catedral que mistura dois estilos arquitetônicos: o gótico e o barroco.

Italia - Napoles - Catedral de Santa Maria Assunta
Catedral de Santa Maria Assunta
Italia - Napoles - Catedral de Santa Maria Assunta
Catedral de Santa Maria Assunta

De fato, a cidade passa uma certa insegurança para caminhar, motos e lambretas aparecem de todos os lados, sinal de trânsito pouco respeitado e a arquitetura lembra muito os cortiços de alguns bairros de São Paulo, como Braz e Bexiga. Enfim, depois de visitarmos a catedral, retornamos para o hotel sem antes jantarmos num restaurante próximo, e mais uma vez nos decepcionamos com o péssimo atendimento.

2º dia: Pompeia

Acordamos bem cedo e pegamos um trem para Pompeia na estação Napoli Centrale. Chegando na estação, seguimos as setas para a ferrovia regional Circumvesuviana e logo estávamos na plataforma. O percurso dura aproximadamente 35 minutos. O trem é bem velho e para em diversas estações, fica cheio de turistas e, como disseram, é bom ter cuidado com bolsas e mochilas. Chegando lá, descemos na estação Pompei Scavi – Villa dei Misteri, por ser a mais próxima das escavações. O sítio arqueológico é bem interessante e grande, mas dá para fazer em um dia com calma. Estava bem quente mas com o céu nublado, por isso passamos muito filtro solar e levamos bastante água, pois existem algumas lanchonetes no local mas ficam distantes.

Italia - Pompeia
Pompeia

Começamos a caminhada e fomos passando por diversos monumentos como o Templo de Vênus, a Basílica e o Templo de Apollo até chegarmos numa das principais praças do sítio, o Fórum, que é cercado por construções romaaantigas, como o Templo de Júpiter, e também por alguns armazéns, onde estão diversos objetos recuperados de Pompeia como também moldes das pessoas carbonizadas depois da erupção do vulcão Vesúvio.

Italia - Pompeia - Forum
Pompeia – Fórum
Italia - Pompeia
Pompeia

Para continuarmos conhecendo este belo sítio arqueológico, decidimos ir em direção ao Anfiteatro. No caminho passamos por diversas residências da antiga cidade onde tivemos ideia de como deveria ser a vida das pessoas naquela época. Tem vários lugares de banhos, cada um diferente do outro. Tem templos e casas com pinturas restauradas e bem preservadas. Tem também salas com restos de pessoas carbonizadas, vítimas do grande desastre. Tudo muito interessante !!! Enfim, chegamos ao Anfiteatro que está muito bem preservado e é muito bonito e imponente. Atravessamos ele, entrando por um portão e saindo pelo outro do lado oposto, passamos também por suas galerias onde conhecemos os recintos em que ficavam os gladiadores antes das apresentações.

Italia - Pompeia
Pompeia
Italia - Pompeia - Anfiteatro
Pompeia – Anfiteatro

Perto do Anfiteatro, encontra-se a Palestra Grande, uma grande área verde ladeada por colunas, mas que não entramos pois estava fechada. Mais alguns minutos de caminhada e chegamos ao Quartel dos Gladiadores, um belo pátio gramado cercado por colunas e com vários aposentos que eles usavam para descanso. Bem ao lado, outro anfiteatro, o Teatro Grande e o Odeion, num lugar bem interessante e muito bem preservado.

Italia - Pompeia - Quartel dos Gladiadores
Pompeia – Quartel dos Gladiadores
Italia - Pompeia - Teatro Grande
Pompeia – Teatro Grande

Já passavam do meio-dia quando resolvemos retornar ao ponto de partida pois ainda neste dia pegaríamos o trem para Roma. No retorno, passamos por diversos lugares interessantes mas o que mais nos chamou a atenção foi a Terme Stabiane, um complexo termal da época romana e que é uma das construções mais antigas da cidade. Por fim, chegamos novamente na praça principal onde tivemos uma bela vista do Templo de Júpiter com o vulcão Vesúvio. A cidade continua sendo escavada e novas descobertas ainda sendo encontradas.

Italia - Pompeia - Templo de Jupiter e Vesuvio
Pompeia – Templo de Júpiter e Vesúvio

Retorno para Nápoles e saída de Nápoles para Roma.


Dicas / Informações

Nápoles é a terceira cidade mais populosa da Itália, atrás de Roma e Milão, e é conhecida mundialmente pela sua história, sua música e por ser a terra natal da pizza. O centro histórico de Nápoles é Patrimônio Mundial da UNESCO.

  • Achamos Nápoles uma cidade muito confusa e suja. O pessoal do hotel nos orientou a ter cuidado com nossos pertences ao transitar na rua.

Pompeia está situada a 22 km da cidade de Nápoles. A antiga cidade foi destruída durante uma grande erupção do vulcão Vesúvio em 79 d.C., que provocou uma intensa chuva de cinzas que sepultou completamente a cidade. Pompeia se manteve oculta por 1600 anos, até ser reencontrada por acaso em 1748. Cinzas e lama protegeram as construções e objetos dos efeitos do tempo, moldando também os corpos das vítimas, o que fez com que fossem encontradas do modo exato como foram atingidas pela erupção.

  • Acho que poderíamos ter visitado Pompeia vindo num passeio de Roma e dispensado o museu.

Links úteis

Locais Informações (valores de agosto/2013)
Museu Arqueológico Nacional Ingresso: € 8 (adulto) e gratuito para menores de 18 anos
Para informações sobre horários e ingressos, entre no site oficial Museu Arqueológico
Trem de Nápoles para Pompeia Preço: € 4,60 (ida e volta com direito ao transporte público) – Circumvesuviana
Pompeia Ingresso: € 11 (adulto) e gratuito para menores de 18 anos

Deixe uma resposta