Barcelona

Como chegamos

Voo do Rio de Janeiro para Barcelona pela Iberia (IB6024 e IB2708); saindo do Aeroporto do Galeão (GIG), no Rio de Janeiro, e chegando no Aeropuerto El Prat de Llobregat (BCN), em Barcelona, com escala no Aeropuerto Barajas (MAD), em Madri. A viagem durou aproximadamente 12 horas.


Onde ficamos

Apartamento na Calle Lepanto 293-1-1 – 08025 – Barcelona – Espanha
Faça sua reserva ou envie um email

Período: 5 dias / 4 noites (setembro de 2014)

Nossa avaliação: Ótimo apartamento com 3 ótimos quartos e cozinha completa. Ótima localização, muito próximo da Sagrada Familia, uma das principais atrações da cidade, e da estação de metrô Sagrada Familia. Apenas 2 problemas: A TV não pegava bem  e a falta de elevador no prédio para subir com as malas.


O que fizemos

1º dia: Chegada à Barcelona e Sagrada Familia

Chegamos no apartamento alugado e percebemos que ele era muito próximo de uma das principais atrações da cidade. Denominada Templo Expiatório da Sagrada Familia, ou simplesmente Sagrada Familia, esta obra-prima é um grande templo católico. Desenhado pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí é considerada como um marco da arquitetura modernista catalã. O projeto foi iniciado em 1882 e no ano seguinte foi assumido por Gaudí. A construção começou em estilo neogótico, mas o projeto foi reformulado completamente por Gaudí. O templo foi projetado para ter três grandes fachadas: a Fachada da Natividade, quase terminada com Gaudí ainda em vida, a Fachada da Paixão, iniciada em 1952, e a Fachada da Glória, ainda incompleta.

Espanha - Barcelona - Sagrada Familia
Sagrada Familia

Depois de almoçarmos num restaurante próximo ao apartamento, fomos direto para a Sagrada Familia. Compramos os ingressos e algumas lembranças numa loja que fica bem em frente e entramos. Descrever com detalhes esta obra-prima levaria dias. Vale destacar suas enormes colunas em forma de árvore, os detalhes das abóbodas do teto e seus diversos vitrais que deixam a luz entrar fazendo do seu interior um ambiente bem arejado e iluminado. Ficamos ali por um bom tempo admirando tanta beleza e criatividade. Depois subimos em suas torres de escadarias em caracol super estreitas. Visitamos também seu museu e cripta, onde está enterrado o idealizador desta obra-prima.

Espanha - Barcelona - La Sagrada Familia
La Sagrada Familia
Espanha - Barcelona - La Sagrada Familia
La Sagrada Familia

2º dia: Passeio por Barcelona (Las Ramblas e Bairro Gótico)

Após um reforçado café da manhã, saímos e pegamos o metrô na estação Sagrada Familia, a mais próxima do apartamento. Após algumas estações descemos na estação Passeig de Gràcia. Em seguida, descemos a Passeig de Gràcia até chegarmos na Plaça de Catalunya. Esta praça é a maior e a mais central de Barcelona e dela partem importantes vias da cidade, como Las Ramblas e Passeig de Gràcia. Ficamos ali por algum tempo admirando a arquitetura das construções ao redor da praça. Enquanto isso, Juliana brincava de correr e dar comida aos pombos.

Espanha - Barcelona - Placa de Catalunya
Plaça de Catalunya

Continuamos nosso passeio e fomos conhecer uma das ruas mais famosas da cidade: Las Ramblas. São pequenas ruas que se juntam, com um calçadão no centro, margeada por ruas por onde passam os carros e que vive lotada de turistas. Possui várias lojas, cafés, restaurantes, floriculturas e artistas de vários tipos, como mímicos, atores, músicos etc. Existem várias atrações em Las Ramblas, mas nossa primeira parada foi no La Boqueria. Originalmente chamado de Mercado São José, este foi o primeiro mercado municipal de Barcelona, inaugurado em 1840. É um mercado onde se vendem frutas, carnes, peixes, artesanatos, vinhos etc., sendo muito visitado não só pelos moradores da cidade mas também por turistas do mundo inteiro. Muito interessante e movimentado, tem bons restaurantes e, para quem gosta, rende boas fotos.

Espanha - Barcelona - Las Ramblas
Las Ramblas
Espanha - Barcelona - La Boqueria
La Boqueria

Em frente ao La Boqueria, encontra-se o Museu Erótico, no qual uma artista estava interpretando Marilyn Monroe na janela. Passamos pelo Grande Teatro do Liceu e, mais adiante, adentramos numa pequena e estreita rua para chegarmos na Plaça Reial. Esta praça é ladeada por belas construções de arquitetura imponente, com um chafariz no centro, e onde encontramos bons restaurantes e as mais famosas boates da cidade. Retornamos para Las Ramblas e fomos até o Mirador de Colom, homenagem à Cristóvão Colombo, que fica na Plaça Portal de la Pau, já na Zona Portuária da cidade. Depois disso, voltamos para a Plaça Reial onde almoçamos.

Espanha - Barcelona - Placa Reial
Plaça Reial

Depois do almoço e do descanso, fomos conhecer o Bairro Gótico, centro histórico e bairro mais antigo da cidade, que tem este nome pelo estilo gótico predominante em suas construções. Ali perto, entramos na Catedral de Barcelona. Esta é uma belíssima catedral católica de estilo gótico construída entre os séculos XIII e XV. Dedicada à Santa Eulália, patrona da cidade, tem como destaques suas diversas capelas e suas cinco portas: Principal, Santo Iu, Piedade, Santa Eulália e Santa Lúcia.

Espanha - Barcelona - Catedral
Catedral

Saímos da Catedral e continuamos andando pelo Bairro Gótico até encontrarmos a Basílica de Santa Maria del Mar, um templo gótico que começou a ser construído no século XII e que é uma das principais igrejas góticas da Catalunha. Depois de visitarmos a basílica, passamos pelo Mercat del Born, que é uma imponente construção de ferro e vidro que serve de centro cultural e onde ficam expostas as ruínas da fundação da cidade do século XVIII.

Espanha - Barcelona - Basilica de Santa Maria del Mar
Basílica de Santa Maria del Mar

Chegamos então no Parc de la Ciutadella, um extenso parque que foi construído para ser semelhante aos Jardins de Luxemburgo, em Paris, e que tem diversos monumentos e algumas construções imponentes e marcantes, como Castillo de los Tres Dragones e o Arc de Triomf, o Arco do Triunfo de Barcelona. Neste parque Juliana se esbaldou estourando bolhas de sabão de um dos vendedores.

Espanha - Barcelona - Parc de la Ciutadella
Parc de la Ciutadella
Espanha - Barcelona - Parc de la Ciutadella
Parc de la Ciutadella

Para fecharmos este dia de reconhecimento da cidade, fomos até o Palau de la Música Catalana, que é um auditório de música com uma arquitetura interessante: de um lado um estilo moderno com vidros na fachada, e de outro o estilo rebuscado dos mosaicos da fachada principal primitiva. Muito interessante e bonito !!!

Espanha - Barcelona - Palau de la Musica Catalana
Palau de la Música Catalana

3º dia: Montserrat e Plaça d’Espanya (Barcelona)

Este dia ficou dedicado para conhecermos Montserrat, localizado a 50 km de Barcelona. Montserrat é um maciço rochoso que agrega valores naturais e culturais e que, segundo a tradição, é a montanha mais sagrada da Catalunha, pois abriga o famoso Mosteiro do Montserrat, dedicado à Virgem de Montserrat, padroeira da Catalunha. Saímos do hotel e pegamos o metrô até a estação Espanya de onde pegamos um trem R5 até a estação Monistrol de Montserrat. Nesta estação pegamos a cremalhera que nos levou montanha acima até a estação do Monastério de Montserrat.

Espanha - Montserrat - Monasterio de Santa Maria de Montserrat
Montserrat – Monastério de Santa Maria de Montserrat

Depois de ficarmos alguns minutos admirando a beleza do lugar, tanto da arquitetura do monastério quanto das montanhas que o cercam, fomos pegar o funicular que nos levou até o início da Trilha à Capela de Santa Cova. Esta trilha de aproximadamente 1 km leva até a capela onde foi achada a imagem da Virgem no ano 880. No caminho encontra-se um conjunto de esculturas de cunho religioso, entre elas algumas de Gaudí, sendo que este conjunto de obras é conhecido como Rosário Monumental de Montserrat.

Espanha - Montserrat - Trilha a Capela de Santa Cova
Montserrat – Trilha à Capela de Santa Cova

Depois de percorrermos a trilha, corremos para pegar o funicular para retornarmos ao Monastério de Santa Maria de Montserrat para vermos o Coral dos Meninos Cantores de Montserrat, mas não conseguimos chegar a tempo. Ficamos dentro do monastério admirando sua beleza e riqueza de detalhes só que decidimos não pegar a grande fila que se formou para ver a imagem da Virgem de perto.

Espanha - Montserrat - Monasterio de Santa Maria de Montserrat
Montserrat – Monastério de Santa Maria de Montserrat

Saindo da Basílica fomos em direção à área onde encontravam-se alguns restaurantes para, enfim, almoçarmos. Depois do almoço, pegamos outro funicular que nos levou à parte alta das trilhas. Escolhemos fazer o Trilha de Sant Joan por ser uma das mais curtas desta zona. Esta trilha leva aproximadamente 1 hora para ser percorrida e nela encontramos algumas capelas e de lá desfrutamos de uma bela vista do monastério encravado nas montanhas.

Espanha - Montserrat - Monasterio de Santa Maria de Montserrat
Montserrat – Monastério de Santa Maria de Montserrat

Depois de deixarmos Montserrat, retornamos para Barcelona descendo do metrô na estação Espanya. Como já era fim de tarde e também queríamos conhecer esta região, ficamos por ali mesmo. Na belíssima Plaça d’Espanya destacam-se: sua fonte, que simboliza os 3 rios que desembocam nos 3 mares que rodeiam a Península Ibérica: Ebro, Guadalquivir e Tejo, o Centre Comercial Arenas, antiga Plaza de Toros e que hoje é um shopping center, e as Torres Venecianas, construídas para Exposição Internacional de 1929.

Espanha - Barcelona - Placa dEspanya
Plaça d’Espanya

Saímos da praça e subimos a Avinguda de la Reina Maria Cristina, passando pela Font Màgica de Montjuïc, uma fonte onde em algumas noites acontece um lindo show de luzes e de águas. Continuamos subindo as escadarias até chegarmos no Museu Nacional d’Art de Catalunya (MNAC), que está situado no Palácio Nacional, no Parque de Montjuïc. Esse museu tem como missão preservar e expor a coleção de arte catalã, uma das mais importante mundo, onde se destaca sua coleção de arte românica, considerada uma das mais completas do mundo. Como começava a anoitecer, não entramos no museu e ficamos aguardando o show de luzes e águas da fonte mágica, que foi belíssimo, para em seguida retornarmos para o hotel.

Espanha - Barcelona - Museu Nacional dArt de Catalunya
Museu Nacional d’Art de Catalunya
Espanha - Barcelona - Placa dEspanya e Fonte Magica de Montjuic
Plaça d’Espanya e Fonte Mágica de Montjuïc

4º dia: Park Güell, La Boqueria, Casa Batló e La Pedrera

Começamos este dia conhecendo mais uma obra-prima de Gaudí: o Park Güell. Pegamos o metrô na estação Sagrada Familia e descemos na estação Lesseps. Saímos do metrô e entramos na Baixada de la Gloria. Esta é uma ladeira bem íngreme que quando se aproxima do parque tem vários níveis de escada rolante. Entramos pela lateral do parque e fomos caminhando até a entrada principal, onde destacam-se os dois pavilhões, La Casa del Guarda e a Consergeria. Logo em frente temos a Escala Monumental, que são três lances de escadas revestidas com trencadís onde se destaca a fonte em forma de réptil multicolorido conhecido como El Drac. Acima está a Sala Hipòstila que é formada por 86 colunas dóricas de cerca de 6 metros de altura.

Espanha - Barcelona - Park Guell - Escala Monumental e Sala Hipostila
Park Güell – Escala Monumental e Sala Hipòstila
Espanha - Barcelona - Park Guell - Escala Monumental
Park Güell – Escala Monumental

Continuamos desvendando este magnífico parque indo até a Plaça de la Natura, situada sobre a Sala Hipòstila. Esta é uma praça oval cercada por um banco ondulante com cerca de 150 metros de comprimento revestido com trencadís e que na parte externa, junto ao friso, existem gárgulas em forma de cabeça de leão. Ali sentamos e ficamos apreciando a bela vista do Mar Mediterrâneo.

Espanha - Barcelona - Park Guell - Placa de la Natura
Park Güell – Plaça de la Natura

Descemos da praça e passamos pelo Pórtic de la Bugadera, um pórtico em que as paredes e o teto tem o formato do interior de uma interminável onda. Muito interessante !!! Passamos de novo na entrada principal para visitarmos a La Casa del Guarda, atualmente parte do Museu de História de Barcelona, e a Consergeria, onde fizemos umas comprinhas. Ambos os pavilhões são do mais puro estilo gaudíniano. Ainda passeamos mais um pouco pelas trilhas e pontes do parque e fomos até a Casa-Museu Gaudí, mas não entramos.

Espanha - Barcelona - Park Guell - Portic de la BugaderaEspanha - Barcelona - Park Guell - Portic de la Bugadera
Park Güell – Pórtic de la Bugadera

Saímos do Park Güell e descemos uma rua próxima até chegarmos na Gaudí Experiencia. Neste espaço visitamos uma exposição que inclui maquetes, audiovisual e filme 4D, sobre o universo deste gênio da arquitetura modernista. Para quem gosta da arte de Gaudí, vale muito a pena visitar.

Espanha - Barcelona - Gaudi Experiencia
Gaudí Experiencia

Depois que saímos da exposição, fomos para a estação de metrô Vallcarca para irmos até Las Ramblas. Descemos na estação Liceu e fomos direto para o La Boqueria pois ainda não tínhamos almoçado. Depois do almoço, nos separamos: Márcia e Carol foram às compras, minha mãe foi para o hotel e nós 3 fomos caminhar pela cidade. Passamos pela Plaça Catalunya, onde estava tendo manifestação de apoio à separação da Espanha. Depois subimos a Passeig de Gràcia até chegarmos na Casa Batlló, outra obra-prima de Gaudí, com seu estilo naturalista que se inspira no ambiente marinho. Infelizmente não entramos pois estava muito cheio por causa de um evento com música ao vivo e bebidas.

Espanha - Barcelona - Casa Batllo
Casa Batlló

Mais adiante na mesma rua encontramos a Casa Milà, ou La Pedrera, também obra de Gaudí. Para nossa infelicidade estava com a fachada em reformas e por isso decidimos não visitar o famoso terraço que proporciona uma bela vista da cidade. Visitamos apenas o térreo do edifício, de onde dá para ver um pouco do seu interior. Depois retornamos para hotel caminhando e admirando a bela arquitetura da cidade catalã.

Espanha - Barcelona - Casa Mila - La Pedrera
Casa Milà- La Pedrera

5º dia: Fim da estadia

Saída de Barcelona para Madri.


Dicas / Informações

Barcelona é a maior cidade catalã e a segunda maior cidade espanhola. É conhecida como a capital do modernismo catalão e tem diversas obras e construções do arquiteto Antoni Gaudí.

  • A Sagrada Familia é composta por 3 fachadas. Na Fachada da Natividade destacam-se os 3 Pórticos: da Caridade (dedicado à Jesus), da Esperança (dedicado à São José) e da Fé (dedicado à Virgem Maria); também temos a Árvore da Vida, a Morte dos Santos Inocentes, a Fuga para o Egito, a Adoração dos Reis e a Coroação de Maria. Na Fachada da Paixão (dedicada à Paixão de Jesus) destacam-se a Última Ceia, o Beijo de Judas, Ecce Homo, a Verônica, o Julgamento de Jesus, a Coluna da Flagelação, o Soldado Longino e a Crucificação. A Fachada da Glória (dedicada à Glória Celestial de Jesus), que é a fachada principal e a que dá acesso à nave central, representa o caminho ascensional a Deus: a Morte, o Julgamento Final e a Glória, bem como o Inferno, para todo aquele que se afasta do ditado de Deus.
  • A construção da Sagrada Familia foi suspensa em 1936 devido à Guerra Civil Espanhola. Sua conclusão não está prevista para antes de 2026, centenário da morte de Gaudí.
  • Trencadís é uma técnica decorativa que consiste na criação de uma espécie de mosaico com pedaços irregulares de cerâmica ou outros materiais de fácil fragmentação. É normalmente usada na decoração de superfícies verticais exteriores (referência: Wikipédia).

Links úteis

Locais Informações (valores de setembro/2014)
Sagrada Familia Ingresso: € 19,30 (Juliana pagou € 3,50 e minha mãe pagou € 16,30)
Catedral de Barcelona Ingresso: € 6
Montserrat Ingresso: € 15,55 (trem + cremallera)
Park Güell Ingresso: € 8

Deixe uma resposta