Ilha Grande

Como chegamos

Saímos de carro de São Paulo para encontrar nossos amigos, vindos do Rio de Janeiro, em Angra dos Reis. Deixamos nossos caros num estacionamento em Angra dos Reis por 5 dias e pegamos um saveiro para Ilha Grande no início da noite. Lembro que foi uma aventura pois chegamos encharcados depois de 1:30 minutos de mar nem tão agitado mas com o saveiro em alta velocidade.


Onde ficamos

Período: 6 dias / 5 noites (fevereiro de 1999)

Nossa avaliação: A pousada que ficamos não merece comentários. Mal localizada e sem estrutura mínima.


O que fizemos

1º dia: Chegada em Ilha Grande

Chegamos em Ilha Grande um pouco tarde e depois do jantar fomos para o hotel descansar.

2º dia: Vila do Abraão, Lagoa Verde, Gruta do Acaiá e Lagoa Azul

Neste dia pegamos um barco na Vila de Abraão e fomos conhecer diversos pontos da ilha. Primeiro passamos pelas ilhas que ficam em frente à Vila de Abraão, as Ilhas do Macedo e dos Morcegos, e também pela praia do Abraãozinho.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Abraao
Vila do Abraão

Em seguida fomos para a Lagoa Verde onde fizemos nosso primeiro mergulho. Esta lagoa de mar tranquilo e transparente é um ótimo lugar para um mergulho de snorkel e foi o que fizemos por mais de uma hora.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Lagoa Verde
Lagoa Verde

Depois do almoço fomos até a Gruta do Acaiá. Para chegarmos lá, desembarcamos saltando do barco em uma pedra para depois caminharmos até a gruta. Após uma foto emoldurada por uma gigantesca teia de aranha, descemos por uma escada de madeira e, depois de rastejarmos de costas por uns 5 metros, entramos no salão da gruta. Esperava que fosse poder ficar de pé mas para minha surpresa nem sentado dava para ficar, tinha que ficar sentado de lado. Apesar da situação desconfortável, vale a pena ver a luz do sol entrando pela fenda no fim da gruta, que dá para o mar, formando um feixe de luz que parecia neon.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Gruta do Acaia
Gruta do Acaiá
Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Gruta do Acaia
Gruta do Acaiá

Depois dali fomos até a Lagoa Azul para o segundo mergulho de snorkel de um dia muito proveitoso. Após isso voltamos para a Vila de Abraão.

3º dia: Vila do Abraão, Palmas e Lopes Mendes

Neste dia resolvemos fazer uma trilha, saindo da Vila de Abraão e indo até a praia de Lopes Mendes. Esta trilha emoldurada pela Mata Atlântica tem aproximadamente 12 km de extensão. No caminho passamos pela praia de Palmas, uma praia calma localizada na Enseada das Palmas.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Palmas
Palmas

Depois de uma hora e meia chegamos à praia de Lopes Mendes. Esta é uma das praias mais bonitas de todo o litoral brasileiro, localizada na costa oceânica, com aproximadamente 3 km de areia branca e muito fina. O mar de Lopes Mendes é propicio para a prática do surf. É uma praia de pouca profundidade e a transparência da água é impressionante, assim como sua variação de tonalidades.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Lopes Mendes
Lopes Mendes

4º dia: Ponte de Castelhanos, Guriri, Aventureiro e Parnaioca

Neste dia fomos acordados de madrugada pelo dono do saveiro que nos levou até Ilha Grande. Tínhamos pedido para ele que se houvesse possibilidade de irmos até a praia do Aventureiro que ele nos avisasse. Para ir até lá, as condições do mar tem que ser ideais pois fica do lado do mar aberto, e aquele era o dia perfeito. Depois de um café rápido pegamos o saveiro e zarpamos. Foi um passeio lindo !!! Passamos por diversas praias desertas, entre elas a Ponta de Castelhanos e Guriri. Depois de mais de duas horas chegamos ao paraíso.

A praia do Aventureiro tem 500 metros de areia fina, fundo raso, água límpida e mar agitado, exceto na extremidade esquerda de quem chega pelo mar, onde existe um pequeno cais para atracação. No lado esquerdo de quem olha do mar, está o coqueiro mais famoso da Ilha Grande, o “coqueiro deitado”, cartão postal da praia e da ilha. Existem dois mirantes em Aventureiro, o da Espia o da Sundara, ambos acessíveis através de trilhas.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Aventureiro
Aventureiro

Aproveitamos este paraíso por um bom tempo, nadando em suas águas transparentes e caminhando pelas pedras. Na volta para Abraão ainda paramos na praia de Parnaioca onde fizemos um refrescante e revigorante mergulho de snorkel.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Parnaioca
Parnaioca

5º dia: Lagoa Azul, Freguesia de Santana e Saco do Céu

Mais um dia neste paraíso e fomos dar mais um passeio de saveiro. Desta vez fomos para a região de Freguesia de Santana onde encontram-se praias sensacionais, com Grumixama, Baleia, Freguesia Sul e Norte. Depois de passarmos por algumas praias paramos na Lagoa Azul. A Lagoa Azul é uma piscina natural com fundo arenoso, algumas rochas e água predominantemente azul, localizada entre duas ilhotas nesta importante região histórica. No alto verão, a região fica lotada de lanchas, veleiros e escunas.

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande - Saco do Ceu
Saco do Céu

Depois do almoço fomos direto para um lugar conhecido como Saco do Céu. Este lugar tem mesmo a forma de um saco, com uma pequena boca voltada para a Enseada das Estrelas. É um santuário ecológico rico em biodiversidade. O mar é calmo como um lago e mais da metade da parte costeira é formada por manguezais, vida marinha abundante de crustáceos, conchas e ostras. Um lugar maravilhoso para fechar a viagem !!!

Brasil - Rio de Janeiro - Ilha Grande
Ilha Grande

6º dia: Fim da estadia

Saída de barco de Ilha Grande para Angra dos Reis e depois de carro para São Paulo.


Dicas / Informações

  • Esta viagem teve a agradável companhia de dois casais de amigos: Marcello/Elenice e Renato/Simone.
  • O Saco do Céu tem este nome porque nas noites de céu estrelado é possível ver as estrelas refletidas na superfície da água.

Links úteis

Deixe uma resposta