Sevilha

Como chegamos

Trem de Madri para Sevilha pela Renfe (INTERCITY 02294), aproximadamente 2:30hs de viagem, saindo da estação Puerta de Atocha, em Madri, e chegando na estação Santa Justa, em Sevilha.


Onde ficamos

Novotel Sevilla Marqués del Nervion – Avenida Eduardo Dato, 71 (41005) – Sevilha – Espanha
Faça sua reserva ou envie um email ou visite o site

Período: 4 dias / 3 noites (setembro de 2014)

Nossa avaliação: Ótimo hotel. Quarto confortável, com TV, frigobar e internet. Excelente café da manhã. Tem um restaurante no térreo de primeira linha. Boa localização, ficando a uns 200 metros da estação de metrô Nervión. Mas o que vale destacar foi o atendimento, já que passamos por uma situação que nunca tínhamos passado antes: reservamos o hotel para outro período, posterior, e a pessoa que nos atendeu corrigiu tudo, arrumando o mesmo quarto ainda mais barato e nos devolvendo a diferença em brinde, já que não poderia devolver os pontos gastos na reserva.


O que fizemos

1º dia: Chegada à Sevilha – Plaza de España, Parque de María Luisa e Torre del Oro

Depois de resolvida toda a confusão na reserva do hotel, deixamos as malas no quarto e fomos conhecer a cidade. Descemos a rua do hotel, passamos pelos Jardines de la Buhaira e fomos caminhando até a Plaza de España. Esta praça localizada no Parque de María Luisa foi construída em 1929 e é um marco da arquitetura regionalista misturando elementos renascentistas e mouriscos. Este complexo é um enorme semicírculo com edifícios de arquitetura majestosa percorrendo toda sua extensão e que são acessíveis atravessando o canal que corta a praça por uma das quatro pontes que representam os quatro reinos antigos de Espanha. Ao longo da construção existem diversos nichos, que misturam azulejo, cerâmica e mármore, cada um representando uma província diferente da Espanha.

Espanha - Sevilha - Plaza de Espana
Plaza de España

Estava muito sol e por isso começamos nosso reconhecimento entrando lateralmente pelos edifícios onde caminhamos por seus corredores e salões. Depois disso ficamos na sacada com vista para a praça admirando os barquinhos navegando pelo canal num cenário bem romântico, apesar do sol, e tirando diversas fotos. Resolvemos então descer para a praça e percorrer toda a sua extensão para admirar os nichos, que servem como bancos, cada um representando uma província da Espanha. Tudo o que for dito parece pouco para este lugar, simplesmente maravilhoso !!!

Espanha - Sevilha - Plaza de Espana
Plaza de España
Espanha - Sevilha - Plaza de Espana
Plaza de España

Depois de aproximadamente 1 hora, continuamos nossa caminhada adentrando o Parque de María Luisa. Este é um parque público, muito bem tratado, e considerado um “pulmão” da cidade por suas árvores, jardins e cascatas. Dentro deste parque existem diversas esculturas e construções, entre elas se destaca o Museu Arqueológico. Lembro que Juliana e Carol ficaram correndo atrás dos pombos até cansarem.

Espanha - Sevilha - Parque de Maria Luisa - Museu Arqueologico
Parque de María Luisa – Museu Arqueológico

Saímos do parque e passamos pelo Palácio San Telmo, de estilo barroco e que atualmente é utilizado pelo governo. A princípio, parte do parque fazia parte do jardim privado do palácio. Fomos em direção ao Rio Guadalquivir, passando pelos Jardines de Cristina, até chegarmos na Torre del Oro. Esta construção, que remonta do século XIII, é um atalaia erguida para proteger a cidade de invasores, mas também foi uma prisão, um local para guardar as riquezas vindas do Oriente e atualmente abriga o Museu Naval.

Espanha - Sevilha - Torre del Oro
Torre del Oro

Continuamos ao longo do Rio Guadalquivir até chegarmos no Teatro de la Maestranza, um dos melhores teatros vanguardistas da Espanha. Ali paramos nossa caminhada e sentamos num quiosque para comer alguma coisa que ninguém é de ferro. Esperamos o belíssimo pôr do sol e depois começamos o retorno ao hotel parando num McDonald’s na esquina. Depois disso, pegamos o metrô na estação Puerta de Jerez para retornarmos e à noite jantamos no restaurante do hotel.

2º dia: Catedral, La Giralda e Real Alcázar

Começamos este dia indo até a estação Nervión, próxima ao hotel, onde pegamos o metrô até a estação Puerta de Jerez. Descendo lá, passamos novamente em frente ao Palácio San Telmo e aos Jardines de Cristina para mais algumas fotos. Depois disso, subimos a Avenida de la Constituición passando pelo Arquivo Geral das Índias, que é um arquivo histórico espanhol construído visando centralizar num único lugar a documentação referente às colônias espanholas.

Espanha - Sevilha - Arquivo Geral das Indias
Arquivo Geral das Índias

Alguns metros adiante e chegamos na Catedral de Sevilha. Antes de entramos na catedral ficamos admirando uma dupla de dançarinas flamencas que se exibiam ali perto. Depois disso, fomos até a Catedral e entramos na longa fila para entrar nela, aproveitando para admirar sua bela fachada de estilo gótico. No seu exterior vale destacar suas 8 portas: Puerta del Perdón, Puerta de la Concepción, Puerta de los Palos, Puerta de la Campanilla, Puerta del Principe, Puerta de San Miguel, Puerta de la Asunción e Puerta del Bautismo.

Espanha - Sevilha - Catedral
Catedral

Entramos na Catedral e ficamos maravilhados com o que vimos. A Catedral de Sevilha é maior catedral gótica do mundo e a maior da Espanha. No seu interior vale destacar: Capilla Real, Altar Mayor, Alta de Plata, El Coro, Los Restos de Cristóbal Colón, Sala Capitular, Sacristia Mayor, Pabellon, Parroquia del Sagrario e Biblioteca Colombina. Depois de visitarmos todas essas seções, subimos a La Giralda, que é uma antiga torre de uma mesquita e que foi convertida em campanário para a Catedral. Para chegar ao topo dos seus 104 metros de altura, tivemos que subir uma rampa em forma de caracol quadrado, mas vale a pena pela bela vista da cidade. Ao sairmos da Catedral, passamos pelo Patio de los Naranjos de onde se tem uma bela visão da imponente La Giralda.

Espanha - Sevilha - Catedral
Catedral
Espanha - Sevilha - Catedral - Los Restos de Cristobal Colon
Catedral – Los Restos de Cristóbal Colón
Espanha - Sevilha - La Giralda
La Giralda

Saímos da catedral e fomos direto para o Real Alcázar de Sevilha. Este complexo palaciano é composto por vários edifícios de diferentes épocas, sendo a fortificação original construída sobre um antigo assentamento romano, e mais tarde visigodo. Vale destacar seus principais espaços: Salón de Embajadores, Alcoba Real, Patio de las Doncellas, Patio del Crucero, Patio de la Montería, Pabellón de Carlos V, Jardín de Carlos V, Patio de las Flores, Fuente de Mercurio, Jardín de la Danza, Patio del Yeso, Palacio Gótico, Jardín Inglés, Puerta de Marchena e Jardín de los Poetas. Ficamos admirando e curtindo este lugar por aproximadamente duas horas e lembro que ao passearmos pelos jardins nos perdemos um dos outros. Um lugar simplesmente grandioso, magnífico e inesquecível !!!

Espanha - Sevilha - Real Alcazar - Patio de las Doncellas
Real Alcázar – Patio de las Doncellas
Espanha - Sevilha - Real Alcazar - Palacio Gotico
Real Alcázar – Palacio Gótico
Espanha - Sevilha - Real Alcazar - Jardin de Carlos V
Real Alcázar – Jardín de Carlos V

Depois da visita a este sítio declarado Patrimônio da Humanidade, que envolve o Arquivo Geral das Índias, a Catedral e o Real Alcázar de Sevilha, voltamos para o hotel onde almoçamos e fomos descansar, pois a noite estava reservada para uma atração que todos deveriam ir ao visitar Sevilha: um show de flamenco. Saímos do hotel, menos a minha mãe que preferiu descansar, e pegamos o metrô destino Puerta de Jerez. Chegando lá, caminhamos por aproximadamente 20 minutos até acharmos o Museo del Baile Flamenco, uma casa de show tradicional que tem uma sala pequena porém ideal para assistir pequenos shows, pois ficamos na última fila mas bem perto do palco. Tomei algumas broncas por tentar filmar mas mesmo assim foi um show bem legal e que Juliana assistiu com muito interesse, já que depois até quis comprar umas castanholas como lembrança.

Espanha - Sevilha - Museo del Baile Flamenco
Museo del Baile Flamenco

Depois do show, saímos em direção à estação de metrô mais próxima mas procurando um lugar para jantar. Lembramos de um restaurante do outro lado do rio e foi aí que tivemos uma ideia: as meninas já estavam com o pé doendo e então resolvemos pegar uma charrete até o restaurante. Foi uma experiência inesquecível, pois além de nos divertirmos muito, passear por esta cidade à noite, e de charrete, foi sensacional !!! Chegamos no restaurante mas achamos um pouco caro, além de ter que esperar na fila. Resolvemos então entrar num outro próximo, pois o importante era aproveitar aquela noite maravilhosa às margens do Rio Guadalquivir.

3º dia: Passeio por Sevilha

Neste dia tínhamos programado para conhecer Córdoba, situada a aproximadamente 120 km de Sevilha, mas como todos tinham gostado muito da cidade, resolvemos ficar em Sevilha. Pegamos o metrô na estação próxima ao hotel e fomos até Puerta de Jerez. Caminhamos até a Plaza de Toros de la Real Maestranza, lugar onde se realizam corridas de touros na cidade. Depois disso, voltamos para o hotel pois estávamos um pouco cansados do dia anterior. Juliana aproveitou e foi na piscina do hotel e depois almoçamos.

Espanha - Sevilha - Plaza de Toros de la Real Maestranza
Plaza de Toros de la Real Maestranza

Depois do almoço, e já descansados, saímos para visitar uma outra parte da cidade. Pegamos um ônibus e fomos até a Muralhas de La Macarena. São enormes e imponentes fortalezas que foram essenciais para a defesa da cidade desde os tempos romanos. Seguindo as muralhas, chegamos na Basílica de Santa Maria de la Esperanza Macarena. Conhecida popularmente como Basílica de La Macarena, é um templo católico com um interior muito rico e um bom museu.

Espanha - Sevilha - Muralhas de La Macarena
Muralhas de La Macarena
Espanha - Sevilha - Basilica de Santa Maria de la Esperanza Macarena
Basílica de Santa Maria de la Esperanza Macarena

Saindo da basílica, passamos pela Torre de los Perdigones até chegarmos ao Rio Guadalquivir. Caminhamos tranquilamente pela margem do rio, com suas calçadas bem arborizadas, mas logo percebemos que estava um pouco deserto e mal frequentado, foi então que aceleramos o passo até a estação de metrô mais próxima e depois de comermos, retornamos para o hotel.

Espanha - Sevilha - Rio Guadalquivir
Rio Guadalquivir
Espanha - Sevilha
Sevilha

4º dia: Fim da estadia

Saída de Sevilha para Porto.


Dicas / Informações

Sevilha é a capital da Andaluzia e a quarta maior cidade da Espanha. Sua catedral é considerada o maior edifício gótico do mundo. O Real Alcázar e o Arquivo Geral das Índias foram classificados pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade.

  • A Plaza de España foi usada como local de filmagem de filmes importantes, dentre eles: Lawrence da Arábia (1962) e para dois episódios de Star Wars: Episódio I – A Ameaça Fantasma e Episódio II – O Ataque dos Clones (Planeta Naboo). Atualmente, seus edifícios são ocupados por departamentos do governo.
  • A Catedral de Sevilha também é conhecida como Catedral de Santa Maria da Sede. É a maior da Espanha e a terceira maior do mundo, atrás da Basílica de São Pedro, no Vaticano, e da Basílica de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida.
  • O Alcázar foi usado como local de filmagem para a série Game of Thrones.
  • Caminhando pelas ruas de Sevilha percebemos uma cidade com ruas bem limpas e de construções com arquitetura bem elaborada. Percebemos também um povo alegre e que gosta de andar ao ar livre aproveitando o alto astral da cidade.

Links úteis

Locais Informações (valores de setembro/2014)
Trem de Madri para Sevilha Preço: € 37,10 (Renfe)
Catedral de Sevilha Ingresso: € 8
Site: Catedral
Alcázar de Sevilha Ingresso: € 8,50
Site: Real Alcázar
Museo de Baile Flamenco Site: Museo del Baile Flamenco

Deixe uma resposta