Porto Seguro

Como chegamos

Traslado de Itacaré para Ilhéus e em seguida pegamos um voo da TAM para Porto Seguro.


Onde ficamos

Hotel Chauã – Avenida dos Navegantes, 800 – Porto Seguro – Bahia
Faça sua reserva ou envie um email ou visite o site

Período: 6 dias / 5 noites (dezembro de 2002)

Nossa avaliação: Hotel muito bom. Bom quarto com TV e frigobar. Ótimas instalações, como piscina, bar e lanchonete. Boa localização (próximo à Passarela do Álcool, com sua belíssima vista do encontro do mar com rio Buranhém e, do outro lado, os casarios do século XVII da Cidade Histórica).


O que fizemos

1º dia: Chegada em Porto Seguro

Neste dia chegamos um pouco cansados e depois que despachamos as malas, saímos para jantar e conhecer os arredores do hotel.

2º dia: City Tour

Como já estava incluído no pacote, começamos este dia fazendo o City Tour. Ainda na parte baixa da cidade de Porto Seguro, passamos pela Caixa D’água e pelo Painel do Descobrimento, que é um grande painel feito de ladrilhos caracterizando a descoberta do nosso país. Como arquitetura a destacar, vimos a Casa do Dr. Antônio Ricaldi, construída em 1885.

Brasil - Bahia - Porto Seguro - Cidade Historica - Painel do Descobrimento
Cidade Histórica – Painel do Descobrimento

Chegamos no Sítio Histórico da Cidade Alta de Porto Seguro e começamos o passeio pelo Marco do Descobrimento, de onde se tem uma das mais belas paisagens do litoral de Porto Seguro. O marco veio de Portugal entre 1503 e 1526 e simboliza o poder da coroa portuguesa, utilizado para demarcar suas terras. Todo em pedra de cantaria (ilhós), de um lado está esculpida a cruz da Ordem de Avis e, do outro, o brasão de armas de Portugal. Ali próximo está a Igreja Matriz Nossa Senhora da Pena, construída em 1535. Aí deveriam estar guardadas imagens sacras dos séculos XVI e XVII, entre elas a de São Francisco de Assis – primeira imagem trazida para o Brasil – e a de Nossa Senhora da Pena, padroeira da cidade, festejada a 8 de setembro, só que estas estavam no museu particular do governador do estado (adivinha quem ???).

Brasil - Bahia - Porto Seguro - Cidade Historica
Cidade Histórica

Mais adiante, o Paço Municipal ou Casa de Câmara e Cadeia (Intendência), datada do século XVIII, uma das mais belas construções do Brasil colônia. Nesse prédio, funciona o Museu Histórico da Cidade ou Museu do Descobrimento. A Igreja Nossa Senhora da Misericórdia, ou do Senhor dos Passos, de estilo singelo, guarda imagens barrocas, destacando-se a do Senhor dos Passos e a de Cristo crucificado.

Brasil - Bahia - Porto Seguro - Cidade Historica - Casa de Cadeia
Cidade Histórica – Casa de Cadeia
Brasil - Bahia - Porto Seguro - Cidade Historica - Igreja Nossa Senhora da Misericordia
Cidade Histórica – Igreja Nossa Senhora da Misericórdia

Ainda em meio do casario tombado como monumento nacional, temos a Igreja São Benedito dos Negros, ao lado das ruínas da antiga residência e colégio dos jesuítas. A igreja foi construída pelos jesuítas em 1551 e era conhecida como de São Pedro e de Nossa Senhora do Rosário. Do lado oposto, ainda na Cidade Alta, localizam-se a estação rodoviária e o aeroporto. Ainda nesta área destaca-se o farol da Marinha.

Brasil - Bahia - Porto Seguro - Cidade Historica - Igreja Sao Benedito dos Negros
Cidade Histórica – Igreja São Benedito dos Negros

À tarde, decidimos aproveitar a Praia de Mundaí, em Porto Seguro, e ficamos próximos à Cabana Tôa Tôa. Foi aí que tomamos um decisão: apesar da boa praia e do ambiente alegre, devido à enorme quantidade de camelôs nos asediando para fazer tatuagem de rena ou comprar qualquer tipo de coisa, decidimos que no dia seguinte alugaríamos um carro para conhecer Abrolhos.

3º dia: Caravelas

Conforme decidido no dia anterior, alugamos um carro e fomos para Caravelas com o intuito de mergulhar e avistar as baleias Jubarte em Abrolhos. Caravelas fica a 260 Km de Porto Seguro, indo pela BR-101, e levamos aproximadamente 3:30 hs para chegar até lá. No caminho passamos por dois parques. Primeiro passamos pelo Parque Nacional do Monte Pascoal, onde localiza-se o monte de mesmo nome e que foi a primeira porção de terra avistada por Pedro Álvares Cabral quando do descobrimento do Brasil em 1500.

Em seguida passamos pelo Parque Nacional do Descobrimento, que foi inaugurado em 1999, próximo das comemorações dos 500 anos do Brasil, como tentativa de preservar remanescentes de Mata Atlântica do sul da Bahia e que ainda não tinha infraestrutura para ser aberto aos visitantes. Estes dois parques juntos com o Parque Nacional do Pau Brasil formam o corredor ecológico das Reservas de Mata Atlântica da Costa do Descobrimento. Antes de chegarmos à Caravelas ainda passamos pela cidade de Alcobaça, que fica distante 34 Km uma da outra.

Chegando na cidade, fomos direto para a praia de Grauçá onde visitamos o Museu da Baleia, que é um museu a céu aberto onde pudemos ver um esqueleto completo de uma baleia Jubarte. Em seguida, saímos para procurar uma agência que fizesse o passeio para o Arquipélago dos Abrolhos.

Brasil - Bahia - Caravelas - Praia de Grauca - Museu da Baleia
Caravelas – Praia de Grauçá – Museu da Baleia

4º dia: Parque Nacional Marinho dos Abrolhos

Conforme combinado no dia anterior, chegamos cedo ao local do encontro para irmos ao passeio. Fomos até um pequeno porto de onde pegamos uma lancha para conhecer o Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, a 72 Km da costa, e que é composto por cinco ilhas: Santa Bárbara (sob controle da Marinha e onde está o farol), Siriba, Redonda, Sueste e Guarita. Infelizmente, como prevíamos, não avistamos as baleias Jubarte pois não estava na época de acasalamento, mas aproveitamos bem o dia: primeiro desembarcamos na Ilha Siriba (única ilha em que é permitido o desembarque de turistas) onde um guia nos mostrou a fauna e flora desta ilha e por onde caminhamos e pudemos ver de perto os ninhos dos atobás brancos e marrons.

Brasil - Bahia - Arquipelago de Abrolhos - Ilha Siriba - Ninhal dos Atobas
Arquipélago de Abrolhos – Ilha Siriba – Ninhal dos Atobás

Após a caminhada retornamos ao barco para irmos ao local de mergulho (em frente à Ilha Santa Bárbara). O guia nos orientou a fazer o mergulho de snorkel já que a visibilidade era de 10 metros e não haveria necessidade de mergulharmos de cilindro. Ficamos por aproximadamente 3 horas observando a fauna local. Vimos numerosos cardumes de peixes e corais, principalmente o coral-cérebro, muito encontrado nesta região. Ao final do passeio, voltamos para Caravelas de onde pegamos o carro e retornamos para Porto Seguro.

Brasil - Bahia - Arquipelago de Abrolhos - Mergulho
Arquipélago de Abrolhos – Mergulho
Brasil - Bahia - Arquipelago de Abrolhos - Mergulho
Arquipélago de Abrolhos – Mergulho
Brasil - Bahia - Arquipelago de Abrolhos - Ilha Santa Barbara
Arquipélago de Abrolhos – Ilha Santa Bárbara

5º dia: Arraial D’Ajuda

Como este seria o nosso último dia de viagem em Porto Seguro resolvemos aproveitar a praia. Fizemos a travessia de balsa para Arraial D’Ajuda onde caminhamos pelas praias do Mucugê, Parracho e Pitinga. A Bete parou para descansar mas eu ainda caminhei até onde antigamente existia a Lagoa Azul (atualmente seca).

Brasil - Bahia - Porto Seguro - Arraial DAjuda - Praia de Pitinga
Arraial D’Ajuda – Praia de Pitinga

6º dia: Fim da estadia

Saída de Porto Seguro para o Rio de Janeiro


Dicas / Informações

  • Conheça o sítio histórico da Cidade Alta de Porto Seguro que abriga muito da história do nosso país.
  • Conheça o Arquipélago dos Abrolhos (maravilhoso!!!)
  • City Tour estava incluído no pacote.

Links úteis

Locais Informações (valores de novembro/2002)
Parque Nacional Marinho de Abrolhos Preço: R$ 160,00 (incluídos: passeio, almoço e lanches) + Taxa IBAMA (R$ 10,00)
Aluguel do carro Preço: R$ 92,00 (por dia)

Deixe uma resposta