Águas Calientes (Machu Picchu)

Como chegamos

Trem Vistadome de Cusco para Águas Calientes – Machu Picchu (aproximadamente 3:40 hs de viagem)


Onde ficamos

Hatuchay Tower Machu Picchu Hotel – Carretera Puente Ruinas Mz 4 – Águas Calientes – Peru
Faça sua reserva ou envie um email

Período: 3 dias / 2 noites (agosto de 2006)

Nossa avaliação:Ótimo hotel. Quarto muito bom com TV a cabo. Excelente localização (próximo do Rio Urubamba e à Plaza de Armas).


O que fizemos

1º dia: Chegada à Águas Calientes e Machu Picchu

Como informado anteriormente pela nossa agência, chegamos na estação e pegamos um micro-ônibus direto para o Sítio Arqueológico de Machu Picchu, que é o normal para quem faz bate e volta para Cusco no mesmo dia. Como íamos ficar duas noites em Águas Calientes, o pessoal do hotel foi pegar a nossa bagagem na estação. Depois de alguns minutos por uma estrada sinuosa chegamos à entrada do Santuário.

Peru - Machu Picchu
Machu Picchu

Tenho que confessar que este era um momento há muito esperado. Após entregarmos o ticket na entrada, caminhamos alguns metros e foi quando deparamos com a inesquecível paisagem:  “Machu Picchu – A Cidade Perdida dos Incas”, uma cidade de pedra encravada na Cordilheira dos Andes e cercada pela Floresta Amazônica.

Após o impacto inicial, tiramos algumas fotos e continuamos nosso tour com o guia Hector, passando pelos principais pontos do Santuário: a antiga Entrada Principal, os Eirados Agrícolas, as Moradias, o Templo do Sol, o Templo da Água, o Templo Principal, o Templo das 3 Janelas, o Cemitério, os CárceresIntihuatana (Observatório), o Templo do Condor, tudo isso ao redor da Plaza Sagrada. Após aproximadamente duas horas de valiosas informações sobre o Santuário, ele nos deixou livre para caminhar. Aproveitamos para tirar mais fotos, apreciar a paisagem e até meditar, e por volta das 16:30 hs retornamos para o hotel. Descansamos um pouco e à noite saímos para passear pela bucólica cidade e comer uma pizza.

Peru - Machu Picchu - Huayna Picchu
Machu Picchu – Huayna Picchu
Peru - Machu Picchu - Templo Principal
Machu Picchu – Templo Principal
Peru - Machu Picchu
Machu Picchu

2º dia: Machu Picchu

Acordamos bem cedo, às 6:00 hs, e fomos direto comprar os tickets do ônibus e da entrada do Santuário. A vantagem de se ficar mais um dia em Águas Calientes é a de você chegar lá e caminhar praticamente sozinho entre lhamas e alpacas, escutar o som dos pássaros e tirar fotos de todos os ângulos sem que nenhum japonês entre na sua frente.

Chegamos lá por volta das 8:00 hs e, como já sabíamos que a trilha para Huayna Picchu, ou Waynapicchu, era restrita à 120 pessoas, seguimos direto para a entrada que dá acesso para subir a montanha. Antes de entrar paramos para meditar diante da Pedra do Puma (Rocha Sagrada). A subida levou aproximadamente 1 hora mas o esforço é recompensador: uma bela vista do Santuário, do Vale do Rio Urubamba e dos Andes, bem como das edificações ali presentes. Permanecemos ali por um bom tempo explorando e apreciando as belezas do lugar.

Peru - Machu Picchu - Huayna Picchu
Machu Picchu – Huayna Picchu
Peru - Machu Picchu - Huayna Picchu
Machu Picchu – Huayna Picchu
Peru - Machu Picchu - Huayna Picchu
Machu Picchu – Huayna Picchu
Peru - Machu Picchu
Machu Picchu

Descemos de lá por volta das 13:30 hs e partimos direto para atravessar o Santuário rumo ao Portal do Sol (Intipunku) que é a entrada do Santuário para quem faz a Trilha Inca. Neste momento dois fatores poderiam fazer com que a gente desistisse: estava um sol escaldante e não tínhamos mais comida nem água; mesmo assim decidimos ir.

Nunca pensei que passaríamos por tanta dificuldade: a sede nos fez beber água de um cano de borracha que passava na mata ao lado da trilha, e não sei como não passamos mal. O cansaço fez a Bete desistir no meio do caminho mas eu fui até o Portal. Era uma questão de honra. Ao chegar lá sentei para respirar por uns 10 minutos para depois sim desfrutar do local. Após alguns registros fotográficos retornamos ao Santuário e em seguida à cidade. À noite fomos num restaurante que tinha um show folclórico bem interessante.

Peru - Machu Picchu - Intipunku (Portal do Sol)
Machu Picchu – Intipunku (Portal do Sol)

3º dia: Passeio pela cidade

Acordamos cedo e, como os dois dias anteriores ficaram dedicados ao Santuário de Machu Picchu, saímos para conhecer um pouco de Águas Calientes. Fomos até a Plaza de Armas, onde se encontra uma estátua do grande imperador Inca Pachacutec, idealizador do Santuário, olhamos alguns artesanatos e depois caminhamos ao longo do Rio Urubamba até chegarmos ao Jardim Botânico. Esta caminhada nos proporcionou uma vista um pouco diferente da Cidade Perdida dos Incas e que deve ter feito com que o povoado dali soubesse da existência desta “preciosidade” naquela parte dos Andes.

Peru - Aguas Calientes - Plaza de Armas
Águas Calientes – Plaza de Armas

Saída de Águas Calientes para Cusco no Trem Vistadome (tarde)


Dicas / Informações

  • Não deixe de ir à Machu Picchu, uma das 7 maravilhas do mundo atual.
  • Águas Calientes também é conhecida com Machu Picchu Pueblo.
  • Em quechua, Machu Picchu signfica montanha velha e Huayna Picchu significa montanha jovem.
  • A Trilha Inca é uma caminhada pela Cordilheira dos Andes, de 2 ou 4 dias, que leva à Cidade Perdida dos Incas.
  • Vale a pena fazer a visita à Machu Picchu com um guia especializado para que entenda cada parte do Santuário.
  • Passe pelo menos uma noite em Águas Calientes para visitar Machu Picchu bem cedo sem a presença dos turistas que fazem o passeio bate e volta para Cusco no mesmo dia.
  • A famosa imagem de Machu Picchu é composta por 2 montanhas: Machu Picchu (onde tem as principais edificações do Santuário, na frente) e Huayna Picchu (que forma o rosto de uma pessoa, atrás).
  • Além de se ter uma bela vista de Machu Picchu, Huayna Picchu também tem edificações incas e por isso não deixe de subí-la.
  • O primeiro passeio à Machu Picchu estava incluído no pacote (trem e entrada).

Links úteis

Locais Informações (valores de agosto/2006)
Machu Picchu Ingresso: 118,00 soles
Ônibus – US$ 12,00

One thought on “Águas Calientes (Machu Picchu)

  1. Olá pessoal, tudo bem?
    muito legal seu post, parabéns!!
    Diversidade é a palavra que melhor define o Peru
    tem uma das sete maravilhas, Cores, gastronomia, idioma compreensível, música, dança, magia, história, arquitetura. O que mais o brasileiro quer para se convencer de que o país vizinho é seu próximo melhor destino internacional? Não precisa nem de passaporte
    convido viajar ao Peru e conhecer Machu Picchu e degustar de nossa gastronomia.

Deixe uma resposta