Veneza

Como chegamos

Trem de Milão para Veneza pela Rail Europe (FrecciaBianca 9715), aproximadamente 2:30hs de viagem, saindo da estação Milano Centrale, em Milão, e chegando na estação Santa Lucia, em Veneza.


Onde ficamos

Hotel Stella Alpina Edelweiss – Calle Priuli dei Cavalletti, 99/D – Veneza – Itália
Faça sua reserva ou envie um email ou visite o site

Período: 4 dias / 3 noites (agosto de 2013)

Nossa avaliação: Bom hotel. Quarto aconchegante, com boa cama e TV. Bom café da manhã. Excelente localização (praticamente ao lado da estação de trem Santa Lucia).


O que fizemos

1º dia: Chegada à Veneza e visita à Pádua

Depois de uma viagem tranquila e confortável, chegamos em Veneza e, depois de deixarmos as malas no hotel, fomos almoçar. Almoçamos próximo à estação mesmo pois em seguida pegamos um trem e fomos visitar Pádua.

2º dia: Caminhada do hotel até a Piazza San Marco e retorno pelo Grande Canal

Bongiorno Venezia !!! O lugar do mundo onde as casas antigas ou caindo aos pedaços fazem parte de um visual lindo. Apesar da existência do vaporetto, que é o barco-táxi de Veneza, resolvemos conhecer esta linda cidade caminhando por suas ruas, becos e pontes até chegarmos na Piazza San Marco. Nesta caminhada, além de admirarmos a bela arquitetura da cidade como também a sua gente, passamos por feiras, lojas, ruelas, pontes, tudo em Veneza é único !!! Após aproximadamente uma hora de caminhada, chegamos na famosa Ponte Rialto onde encontramos muitas joalherias e onde existe muita concorrência para tirar uma foto no tradicional visual de Veneza. O Grande Canal e suas gôndolas e barcos tem realmente seu encanto.

Italia - Veneza - Grande Canal
Grande Canal

Chegamos na Piazza San Marco e não demorou muito para a maré começar a subir e a água começar a tomar conta da praça. A Basílica de San Marco estava com sua fachada em reforma, o que foi uma pena, pois ela é um dos melhores exemplos de arquitetura bizantina. Entramos para conhecer a basílica e para isso tivemos que passar por cima de uma ponte de madeira, pois a água já estava invadindo a entrada. O interior da basílica é muito bonito, com seu estilo arquitetônico bem antigo e com muitos mosaicos em dourado. Pode-se visitar o mesanino onde fica um museu que dá acesso ao terraço e de onde desfrutamos de uma visão deslumbrante da praça, com a Torre dell’Orologio, à direita, e o Campanário de San Marco, à esquerda.

Italia - Veneza - Basilica de San Marco
Basílica de San Marco
Italia - Veneza - Piazza San Marco
Piazza San Marco

Já passava das 13 horas quando saímos da basílica e a praça já estava bem mais inundada. Juliana, ao ver as crianças brincando na água, pediu para ir brincar também, e foi uma farra, ela e um monte de crianças de diversos países se esbaldando naquela água de procedência duvidosa. Ao lado da basílica, fica o Palazzo Ducale, uma obra-prima do gótico veneziano, que abriga um museu que resolvemos não visitar pois preferimos aproveitar o agradável ambiente da praça e depois fomos almoçar que já era tarde.

Italia - Veneza - Piazza San Marco
Piazza San Marco
Italia - Veneza - Piazza San Marco
Piazza San Marco

A visão das gôndolas paradas lado a lado no Grande Canal é linda e nos remete ao passado. Passeando pelos arredores, encontramos a Ponte dos Suspiros, ponto de partida para vários passeios de gôndola. Retornamos para a Piazza San Marco e fomos visitar o Campanário de San Marco, de onde tivemos uma visão de 360º da cidade e pudemos avistar todas as ilhas, igrejas com suas belíssimas cúpulas, barcos, gôndolas, praças, enfim, o melhor visual de Veneza. Vale citar que enquanto estávamos lá, presenciamos o estrondoso tocar dos sinos que habitam o Campanário.

Italia - Veneza - Ponte dos Suspiros
Ponte dos Suspiros
Italia - Veneza
Veneza

Descemos e pegamos o vaporetto, de onde se tem uma visão diferenciada de Veneza, por outros ângulos, além de proporcionar um passeio bem agradável. No caminho, passamos pelo hotel Europa & Regina, pelo Cassino, entre outras construções, num visual realmente inesquecível !!!

3º dia: Passeio pelas ruas e de gôndola em Veneza

Começamos o dia pegando o vaporetto, que fez o trajeto pelo lado do Porto, para irmos até a Piazza San Marco. Mais um dia lindo de sol nesse lugar maravilhoso. Passamos pelo Porto e pela parte residencial de Veneza. Antes de chegarmos ao nosso destino, descemos para conhecer a Igreja de San Giorgio Maggiore, que fica na ilha de mesmo nome e em frente à Piazza de San Marco, e de onde desfrutamos de uma bela vista panorâmica de Veneza.

Italia - Veneza
Veneza
Italia - Veneza - Basilica de San Giorgio Maggiore
Basílica de San Giorgio Maggiore

Após a visita, pegamos o vaporetto novamente e fomos visitar a Basílica de Santa Maria della Salute, com sua imponente arquitetura que se destaca às margens do Grande Canal. Um detalhe bem interessante foi que ao lado da basílica tinham algumas casinhas que combinavam harmoniosamente o verde da vegetação com o marrom dos tijolinhos, num visual bem bucólico. Continuando deste lado do canal, fomos em direção à uma bela mansão onde fica a Coleção Peggy Guggenheim e lembro da quantidade de magnatas saindo enquanto passávamos em frente ao local. Em seguida, passamos pela Galleria dell’Accademia, que é a Academia de Belas Artes de Veneza. Esta galeria tem uma bela arquitetura mas estava um pouco escondida entre obras e tapumes, e por isso resolvemos não entrar.

Italia - Veneza - Basilica de Santa Maria della Salute
Basílica de Santa Maria della Salute
Italia - Veneza - Basilica de Santa Maria della Salute
Basílica de Santa Maria della Salute

Atravessamos o Grande Canal pela Ponte dell’Accademia e logo chegamos no Campo Santo Stefano, um praça com um aspecto bem medieval e onde encontra-se uma igreja de estilo gótico de mesmo nome. Em seguida, passamos pelo Museo dellla Musica, onde muitos instrumentos, principalmente de corda como violinos e violoncelos, estavam expostos num ambiente muito agradável e musical. A amostra em exibição era “Vivaldi em seu tempo”. Depois de mais de duas horas entre barcos e caminhada, chegamos na Piazza San Marco.

Ficamos ali por algum tempo tirando fotos enquanto a Juliana corria atrás dos pombos na praça. Antes de almoçarmos, ainda fomos conhecer o Palazzo Contarini del Bovolo, com sua famosa escadaria em caracol no exterior, e onde encontramos com uma expedição da Disney encenando as aventuras de Marco Polo, que foi um mercador, embaixador e explorador nascido em Veneza na Idade Média. Aproveitamos a ocasião e ficamos sentados escutando a história contada pelo guia que estava vestido de Marco Polo.

Italia - Veneza - Ponte dellAccademia
Ponte dell’Accademia
Italia - Veneza
Campo Santo Stefano
Italia - Veneza - Piazza San Marco
Piazza San Marco

Pegamos mais uma vez o vaporetto em direção à Ponte Rialto e depois fomos fazer nosso passeio de gôndola, porque ir à Veneza e não fazer o passeio de gôndola, não vale !!! É realmente uma coisa de turista, mas a visão de Veneza vista da gôndola é especial. O gondoleiro vai dando informações sobre a cidade, eles conversam entre si, coisas de Veneza !!! Entramos por canais mais estreitos com aquele charme da cidade. Passamos pela Casa de Marco Polo e por uma igreja que foi construída com os restos da Basílica de San Marco. Nos pequenos canais, o charme das casas descascadas, com flores na fachada, as cores, os sons, muito Veneza !!! E foi o último passeio na cidade antes de retornamos para o hotel de vaporetto.

Italia - Veneza - Passeio de Gondola
Passeio de Gôndola
Italia - Veneza - Grande Canal
Grande Canal

4º dia: Fim da estadia

Saída de Veneza para Florença.


Dicas / Informações

Veneza foi formada num arquipélago da laguna de Veneza, no golfo de Veneza, no noroeste do mar Adriático. Entre suas ilhas mais famosas temos Murano e Burano. É classificada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. É conhecida por sua história, canais, museus e monumentos. Além disso, abriga importantes eventos internacionais, como o Festival de Cinema e a Bienal de Artes, sem falar no seu Carnaval.

  • Basílica de San Marco
    • A entrada na basílica é gratuita, mas a pessoa deve estar em trajes apropriados para um lugar sagrado.
    • Pala d’Oro é um grande santoral de ouro, esmaltes e gemas preciosas situado atrás do retábulo principal; um trabalho de 1105.
  • Veneza é uma cidade linda e diferente, caminhe por suas ruas estreitas e, é claro, faça um passeio de gôndola.
  • O Vaporetto é uma embarcação típica de Veneza usada como meio de transporte público nos canais da cidade.
  • A Ponte Rialto é a ponte em arco mais antiga e mais famosa sobre o Grande Canal.
  • A Ponte dos Suspiros é conhecida por fazer parte de um antigo trajeto que os prisioneiros faziam quando estavam indo cumprir a sua pena. Ao passar por ali suspiravam sabendo o que lhes esperavam pela frente.
  • Burano é uma ilha situada na lagoa de Veneza conhecida pelos seus cristais e trabalho em renda.
  • Murano, embora descrita como uma ilha da lagoa de Veneza, é de fato um arquipélago de sete ilhas menores. É um local famoso pelas obras em vidro, particularmente candeeiros.
  • Peggy Guggenheim foi uma colecionadora de obras de importantes artistas contemporâneos, como Picasso, entre outros.
  • A Basílica de Santa Maria della Salute foi construída como devoção dos habitantes venezianos por causa da peste que dizimou a população em 1630.

Links úteis

Locais Informações (valores de agosto/2013)
Trem de Milão para Veneza Preço: € 19 (adulto) e € 10 (criança)
Basílica de San Marco Ingresso: gratuito ; Museu – € 5 ; Pala d’Oro – € 2 ; Tesouro – € 3 ; Campanário – € 8 (Juliana tinha 4 anos e não pagou)
Para informações sobre horários e ingressos, entre no site oficial Basílica de San Marco (em inglês)
Passeio de Gôndola Preço: € 35 (por pessoa)
Palazzo Ducale/Museu Correr Ingresso: € 16
Torre dell’Orologio Ingresso: € 12

Deixe uma resposta