Tiradentes

Como chegamos

De carro partindo de Ouro Preto até Tiradentes (aproximadamente 156 km – 2:30 hs)


Onde ficamos

Pouso da Maria – Rua Martins Paolucci, 67 – Centro – Tiradentes – MG
Envie um email

Período: 4 dias / 3 noites (agosto de 2007)


O que fizemos

1º dia: Chegada à Tiradentes

Ao chegarmos percebemos que ali estava acontecendo algum evento importante pois a cidade estava cheia e encontrávamos dificuldade em arrumar um hotel. Logo lembramos que um casal de amigos cansava de nos chamar para ir à Tiradentes nesta época por causa do Festival de Cultura e Gastronomia, evento este que tem o intuito de reunir os melhores chefs do Brasil e do mundo, além de visitantes de vários países, que se deliciam nos festins, degustações, shows e exposições. Quando estávamos quase perdendo as esperanças de ficar na cidade é que, para nossa surpresa, encontramos este casal de amigos, Lilian e Roberto, que nos convidaram para ficar num quarto na casa em que eles estavam hospedados. Muita sorte !!! Depois de devidamente hospedados, saímos para jantar numa das “degustações” do evento.

2º dia: Passeio por Tiradentes e São João del Rei

Saímos de casa e caminhamos até a estação de trem, passando pela praça principal, onde fotografei um belo tucano, pelo Rio das Mortes, pela Capela de Santo Antonio do Canjica, pelo Largo das Forras e Capela do Bom Jesus da Pobreza, pelo Bosque da Matriz, pela Matriz de Santo Antônio, que foi construída em 1710 e é a segunda igreja em ouro do Brasil, pela Igreja da Santíssima Trindade, construída em 1822, e pelo Museu Casa de Padre Toledo.

Brasil - Minas Gerais - Tiradentes - Tucano
Tucano
Brasil - Minas Gerais - Tiradentes
Tiradentes
Brasil - Minas Gerais - Tiradentes - Igreja Matriz de Santo Antonio
Igreja Matriz de Santo Antonio

Depois do almoço, fomos à Estação de Ferro Oeste de Minas para pegarmos a famosa Maria Fumaça, que liga Tiradentes à São João del Rei, cidade importante no caminho dos Bandeirantes. Este trajeto de belas paisagens leva aproximadamente 35 minutos. Chegando lá caminhamos livre pela cidade passando por alguns dos seus principais pontos turísticos: Igreja Nossa Senhora do Carmo, que é uma igreja colonial de estilo rococó, Catedral Basílica Nossa Senhora do Pilar (1721), Igreja Nossa Senhora do Rosário (1720), Memorial Tancredo Neves e a Igreja de São Francisco de Assis, iniciada em 1774 e que é um dos marcos da arquitetura colonial mineira. Ao final da caminhada retornamos à estação para voltarmos à Tiradentes.

Brasil - Minas Gerais - Tiradentes - Maria Fumaca
Maria Fumaça
Brasil - Minas Gerais - Tiradentes - Maria Fumaca
Maria Fumaça
Brasil - Minas Gerais - Sao Joao Del Rei
São João Del Rei
Brasil - Minas Gerais - Sao Joao Del Rei
São João Del Rei
Brasil - Minas Gerais - Sao Joao Del Rei - Igreja Nossa Senhora do Pilar
São João Del Rei – Igreja Nossa Senhora do Pilar
Brasil - Minas Gerais - Sao Joao Del Rei - Igreja Sao Francisco de Assis
São João Del Rei – Igreja São Francisco de Assis

3º dia: Passeio por Tiradentes

Como ainda faltavam alguns lugares para conhecermos, decidimos caminhar pela cidade. Passamos pela Igreja Nossa Senhora das Mercês, uma capela rococó do final do século XVIII, pela Igreja São Francisco de Paula, pelo Chafariz São José, construído em 1749 para abastecer a então vila com água potável, pelo Bosque Mãe D’água e pelo Largo das Forras. Neste dia estava programado um almoço numa praça em frente ao Bar dos Malas. Como o casal de amigos conhecia todo mundo ficamos para o almoço. Depois de comer muito porco assado e beber muita cerveja e cachaça, debaixo de um sol escaldante, fui para casa. Só lembro que naquela noite passei muito mal e que às 2 da manhã eu estava lavando o banheiro da suíte em que estávamos hospedados.

Brasil - Minas Gerais - Tiradentes
Tiradentes
Brasil - Minas Gerais - Tiradentes
Tiradentes
Brasil - Minas Gerais - Tiradentes - Leitao Assado dos Malas
Leitão Assado dos Malas

4º dia: Fim da estadia

Saída de Tiradentes para São Thomé das Letras.


Dicas / Informações

  • Recomendo ir nesta época para aproveitar o Festival de Gastronomia.
  • Apesar de não ter feito, recomendo fazer a trilha que sobe a Serra de São José.

Links úteis

Deixe uma resposta