Ushuaia

Como chegamos

Voo saindo do Rio de Janeiro (Santos Dumont) para São Paulo (Congonhas), de São Paulo (Guarulhos) para Buenos Aires (Pistarini) e de Buenos Aires (Ezeiza) para Ushuaia.


Onde ficamos

Hostal del Bosque Apart Hotel – Magallanes, 709 – Ushuaia – Tierra del Fuego – Argentina
Faça sua reserva ou envie um email ou visite o site

Período: 6 dias / 5 noites (abril de 2008)

Nossa avaliação: Ótimo hotel. Quarto confortável para 2 pessoas, com boa cama e calefação, TV a cabo, wi-fi, pequena cozinha com microondas e minibar. Bom café da manhã. Muito bem localizado (5 quadras da orla e 4 quadras da rua principal, Avenida San Martín).


O que fizemos

1º dia: Chegada à Ushuaia

Ushuaia, que significa baía profunda, é a capital da Província da Terra do Fogo e a cidade mais austral do planeta e por isso conhecida como o Fim do Mundo. A cidade é o ponto de partida para cruzeiros e navegações para a Antártica e outras partes do arquipélago da Terra do Fogo.

Depois que deixamos as malas no hotel, saímos para caminhar pela cidade. Descemos a rua até a orla, aproximadamente cinco quadras, e ficamos ali tirando fotos dos picos ainda pouco nevados, dos monumentos, como o Monumento aos Heróis das Malvinas, das embarcações e dos animais que ali estavam. Na orla da cidade, onde encontra-se o Porto de Ushuaia, se tem uma bela vista do Cerro Cinco Hermanos e do Glaciar Martial. Voltando para o hotel, passamos pela rua principal, a Avenida San Martín, para dar uma olhada nas lojas, e aproveitar já que a cidade é tax free, e também para reservar alguns passeios para os próximos dias.

Argentina - Ushuaia
Ushuaia

2º dia: Parque Nacional da Terra do Fogo e Navegação no Canal de Beagle

Saímos bem cedo do hotel para fazer um passeio ao Parque Nacional da Terra do Fogo, onde conheceríamos o parque e andaríamos no Trem do Fim do Mundo. Chegando lá, entramos num pequeno museu e depois ficamos admirando aquele bela locomotiva que nos levaria ao passeio. Até 1947, quando o presídio de Ushuaia foi fechado, este trem levava e trazia os presidiários do presídio (atual Museu Marítimo) para cumprir suas penas com o trabalho árduo. Olhando de fora não parecia, mas ao entrar percebi que o trem era bem baixo pois tive que andar com a cabeça abaixada.

Argentina - Ushuaia - PN Terra do Fogo - Trem do Fim do Mundo
PN Terra do Fogo – Trem do Fim do Mundo
Argentina - Ushuaia - PN Terra do Fogo - Trem do Fim do Mundo
PN Terra do Fogo – Trem do Fim do Mundo

O trenzinho foi serpenteando pelo parque e nós  ficamos admirando aquela natureza intocada, com suas montanhas nevadas e vasta vegetação. Retornando do passeio, o guia nos levou ao Lago Roca, que é um enorme e belo lago dentro do parque, mas estava chovendo muito e não deu para aproveitar. Como tinha um casarão próximo de onde paramos, resolvemos fazer uma parada para o café. Seguindo nosso passeio, fomos conhecer a Bahia Lapataia, que é um fiorde na margem norte do Canal de Beagle e que marca o final da Ruta 3, uma rodovia argentina que percorre o país de norte a sul, desde a província de Buenos Aires até a província da Terra do Fogo. Um belíssimo lugar, onde ficamos caminhando por uma passarela de madeira, próxima à baía, tirando fotos e admirando a natureza ali presente.

Argentina - Ushuaia - PN Terra do Fogo - Bahia Lapataia
PN Terra do Fogo – Bahia Lapataia
Argentina - Ushuaia - PN Terra do Fogo - Bahia Lapataia
PN Terra do Fogo – Bahia Lapataia

Depois que retornamos do passeio da manhã, almoçamos perto do porto pois o nosso próximo passeio sairia dali. Lembro que comi um congrio negro espetacular. Por volta das 15:00hs pegamos um barco para fazermos uma navegação no Canal de Beagle, que nos levaria até uma pinguinera. Saímos do Porto de Ushuaia navegando em direção às ilhas tendo a imponente Isla Navarino à nossa direita. Alguns minutos depois chegamos na Isla de Los Lobos, que abriga uma colônia de leões-marinhos.

Mais alguns minutos e chegamos na Isla de Los Pájaros, onde fomos capazes de observar cormorões imperiais, magníficos petréis gigantes e outras vinte espécies de aves marinhas voando num balé incansável. Continuando nosso passeio chegamos no Farol Les Eclaireurs, que fica numa pequena ilha localizada num arquipélago de mesmo nome. Seguindo, passamos por Puerto Williams, cidade e porto chileno, considerado o local habitado mais meridional do mundo, na costa setentrional da Isla Navarino.

Argentina - Ushuaia - Navegacao no Canal de Beagle - Isla de los Lobos
Navegação no Canal de Beagle – Isla de los Lobos
Argentina - Ushuaia - Navegacao no Canal de Beagle - Isla de los Pajaros
Navegação no Canal de Beagle – Isla de los Pájaros
Argentina - Ushuaia - Navegacao no Canal de Beagle - Farol Les Eclaireurs
Navegação no Canal de Beagle – Farol Les Eclaireurs

Depois de navegarmos e apreciarmos a paisagem, chegamos a Pinguinera. O barco atracou bem próximo à ilha e ficamos ali apreciando o vai-e-vem dos pinguins, mergulhando e passeando em grupos. Lembro de uma situação inusitada: mal o barco parou e saímos para ver os pinguins, passaram alguns minutos e comecei a me sentir um pouco fraco, como que perdendo as forças; estava muito frio e aí que me dei conta que estava com o casaco aberto, sem luvas e nem gorro; rapidamente entrei no barco, tomei um chocolate quente, vesti o gorro e as luvas e saí. Após aproximadamente meia hora, começamos a navegação de volta à Ushuaia, sem que antes apreciássemos o belo pôr do sol. Chegamos em Ushuaia por volta das 20:30hs já bem escuro. Um passeio cansativo mas recompensador pois me senti num programa do Discovery Channel.

Argentina - Ushuaia - Navegacao no Canal de Beagle - Pinguinera
Navegação no Canal de Beagle – Pinguinera
Argentina - Ushuaia - Navegacao no Canal de Beagle - Pinguinera
Navegação no Canal de Beagle – Pinguinera

3º dia: Passeio aos Lagos Escondido e Fagnano

Saímos do hotel bem cedo para conhecer estes dois lagos. A primeira parada foi num ponto panorâmico de onde se tinha uma bela vista da Baía e do Porto de Ushuaia, e lembro que tinha um enorme transatlântico parado lá. Continuando o passeio, lembro que parávamos na estrada constantemente para tirar fotos das belas paisagens.

Argentina - Ushuaia
Ushuaia

Entramos no Vale Hermoso, onde vimos um local de treinamento para cães que puxam trenó na neve. Passamos também pelo Cerro Castor que infelizmente estava fechado devido à pouca neve na cidade. Quando estávamos nos aproximando do Lago Escondido, o guia parou a van e perguntou se alguém gostaria de descer pela estrada de terra que desce até o lago. Como a Bete estava grávida, ela disse para eu ir que depois nos encontraríamos lá, e foi o que eu fiz. O lugar é muito bonito e ficamos ali um bom tempo apreciando a natureza. Depois fomos ao Lago Fagnano, só que foi bem rapidinho. Na volta fizemos uma parada para almoço no Vale Hermoso antes de retornarmos para a cidade.

Argentina - Ushuaia - Lago Escondido
Lago Escondido
Argentina - Ushuaia - Lago Fagnano
Lago Fagnano
Argentina - Ushuaia - Passeio aos Lagos Escondido e Fagnano
Passeio aos Lagos Escondido e Fagnano

4º dia: Passeio por Ushuaia

Neste dia saímos para caminhar pela cidade. Percebemos que a cada dia que passava as montanhas ficavam mais nevadas, ou seja, não nevava na cidade mas nos pontos mais altos. Chegamos ao Museu Marítimo e Antigo Presídio. Este museu é uma instituição civil sem fins lucrativos e foi fundado em 1994, ocupando as instalações do antigo presídio, desativado em 1947, que recebeu prisioneiros de todo o país e exerceu decisiva influência no processo de povoamento e expansão da cidade. Saindo do museu, ficamos tirando fotos na Baía de Ushuaia com neve. Mais tarde, visitamos o Aquário da cidade mas achamos muito pobre. Para fechar o dia, mais fotos no ponto panorâmico da cidade.

Argentina - Ushuaia - Museu Maritimo e Antigo Presidio
Museu Marítimo e Antigo Presídio
Argentina - Ushuaia - Museu Maritimo e Antigo Presidio
Museu Marítimo e Antigo Presídio
Argentina - Ushuaia
Ushuaia

5º dia: Glaciar Martial e Museu do Fim do Mundo

Neste dia resolvemos fazer um programa mais próximo da cidade e então subimos até o Glaciar Martial, que é um glaciar formado nas montanhas a 7 km da cidade e onde encontra-se um centro de esqui. Pegamos um táxi que em 15 minutos nos deixou lá. Chegando lá percebemos que o centro de esqui estava fechado pois a pista estava com pouca neve. O tempo estava bom mas em poucos minutos começou uma nevasca com ventos fortes e o frio começou a pegar. Logo percebemos que estávamos sozinhos sem ter como voltar para a cidade. Foi quando vimos uma pessoa passar com um cachorro e aí que percebemos que ali tinha um hotel e foi onde pedimos para ligar e pedir um táxi.

Argentina - Ushuaia - Monte e Glaciar Martial
Monte e Glaciar Martial

Descemos de lá e ficamos caminhando pela cidade tirando fotos. Após o almoço fomos visitar o Museu do Fim do Mundo, que tem diversas espécimes empalhadas da fauna local e mundial bem como vários mapas cartográficos onde podíamos ver até locais de naufrágio. Tiramos diversas fotos do museu, parte interna e externa, e retornamos para o centro da cidade.

Argentina - Ushuaia - Museu del Fin del Mundo
Museu del Fin del Mundo

6º dia: Fim da estadia

No último dia na cidade, ficamos tirando fotos dos picos nevados e da vista do aeroporto. Na saída para o aeroporto de Ushuaia, lembro de pegarmos uma nevasca tão forte que o táxi balançava tanto que achei que ia virar.

Argentina - Ushuaia
Ushuaia

Saída de Ushuaia para El Calafate.


Dicas / Informações

  • Não deixe de aproveitar a deliciosa gastronomia local, principalmente os pescados.
  • O passeio mais legal foi a navegação no Canal de Beagle.
  • Nosso vontade era pegar um cruzeiro daqueles e partir em direção à Antártica.

Links úteis

Deixe uma resposta