Da Portaria Sarmiento até Villa Serrano – Torres del Paine

Chile - Parque Nacional Torres del Paine

Na chegada ao Parque Nacional Torres del Paine, entramos pela Portaria Sarmiento e fomos até o nosso hotel na Vila Serrano admirando esta obra-prima da natureza que é o Maciço Paine.


1º dia: Torres del Paine – da Portaria Sarmiento até Villa Serrano

O Parque Nacional Torres del Paine é um parque chileno localizado na Região de Magalhães, ao sul da Patagônia chilena. É considerado um dos parques mais impressionantes do planeta e um dos lugares prediletos dos amantes da natureza. Foi declarado Reserva da Biosfera pela UNESCO, em 1978. Logo percebemos que esta viagem seria repleta de surpresas, e também inesquecível, quando fomos recepcionados por um rebanho de guanacos e por filhotes de cachorros-do-mato mesmo antes de entrarmos em Torres del Paine pela Portaria Sarmiento.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Estrada Portaria Sarmiento
Parque Nacional Torres del Paine – Estrada Portaria Sarmiento

A paisagem composta pelas famosas Torres del Paine, formações gigantes de granito que dão nome ao parque, e os não menos conhecidos Cuernos del Paine, as montanhas com e sem neve agregadas à imponência do Maciço Paine, lagos, rios, cascatas e glaciares, estão em perfeita harmonia no parque. Não tem como descrever…é surpreendente a imensidão e a beleza.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Portaria Sarmiento
Portaria Sarmiento

Conhecendo o parque

Chegamos por volta do meio-dia e o tempo estava um pouco encoberto em Torres del Paine, mas logo que entramos no parque o tempo começou a melhorar. Passamos pelo Lago Sarmiento, que tem o seu contorno esbranquiçado devido aos sedimentos das águas do degelo (carbonato de cálcio) e sua água tem vários tons de azul, muito extenso (22 km) e bonito. Mais alguns metros e chegamos num ponto da estrada em que tínhamos que decidir entre continuar conhecendo o parque ou ir no caminho em direção ao Rio Serrano, onde fica nosso hotel. Decidimos ir até a Hostería Las Torres, que fica na direção na Portaria Laguna Amarga. A estrada é longa e o rípio bem pesado. Como estávamos num carro baixo, começamos a ficar preocupados mas sem desistir da aventura.

No caminho passamos pelas Lagunas Larga e Redonda e, depois de uma curva e outra…epa!!! Dois guanacos cruzaram a estrada correndo bem na frente do nosso carro…foi um baita susto !!! Continuamos pela estrada de rípio até passarmos pela Laguna Los Cisnes, onde vimos cisnes negros deslizando em suas águas. Em seguida, passamos por um mirante de onde se via uma extensa estepe e um numeroso rebanho de guanacos. Ao longo do caminho, aproveitamos para admirar a fascinante paisagem ao longo do Rio Paine. É impossível parar de tirar fotos !!!

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Laguna Larga
Laguna Larga
Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Rio Paine
Rio Paine

Chegamos na Portaria Laguna Amarga e encontramos uma charmosa ponte de madeira onde cruzamos o Rio Paine e, alguns minutos depois, chegamos à Hostería Las Torres. Neste lugar começam várias trilhas do PN Torres del Paine e ali vimos alguns campings e refúgios, bem legais e estruturados, coisa de primeiro mundo. Não fizemos nada além de apreciar a paisagem pois com o horário avançado não daria tempo para fazer nenhuma trilha.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Maciço Paine
Maciço Paine

Maciço Paine

Voltamos em direção à portaria Laguna Amarga quando, no meio do caminho, dois mochileiros pediram carona. Era um casal de americanos, do Colorado, que estavam indo em direção à portaria. Eles disseram que estavam há cinco dias dentro do PN Torres del Paine, que estavam cansados mas que amaram tudo. Retomamos a estrada rumo ao nosso hotel mas sem antes parar no Mirador del Nordernskjöld. Ali paramos para admirar uma das paisagens mais lindas até o momento: o Lago Nordernskjöld com o Maciço Paine ao fundo. Os paredões com glaciares e neve permanente impressionam pelo tamanho e proximidade. O lago com seus tons de azul e verde é de uma beleza incrível.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Lago Nordernskjold
Lago Nordernskjöld

Seguindo, passamos pelas Lagunas Mellizas em direção ao Salto Grande. No caminho passamos por uma base de onde saem passeios de barco pelo Lago Pehoé. Deixamos o carro num estacionamento próximo e andamos uns 500 metros até chegarmos no Salto Grande. Esta imponente queda d’água liga o Lago Nordernskjöld ao Lago Pehoé. No mirante tinha uma placa que dizia “Cuidado!!! Ventos Fortes”, e eram muito fortes mesmo, tivemos a impressão de que o vento nos carregaria se abríssemos os braços. Ali descobrimos que existe uma trilha de 1 hora e meia até o Mirador Los Cuernos, mas infelizmente não fizemos…vontade não faltava, mas o frio e o vento falaram mais alto. Difícil saber para onde olhar, se para o belíssimo Salto Grande, se para o azul do Lago Pehoé ou se para o imponente Maciço Paine.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Laguna Las Mellizas
Laguna Las Mellizas
Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Lago Pehoe
Lago Pehoé
Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Salto Grande
Salto Grande

Lago Pehoé

Saindo dali, voltamos para a estrada mas paramos logo em seguida no Mirador Pehoé para apreciar o Lago Pehoé. É um visual deslumbrante onde encontra-se a Hostería Pehoé, que fica numa pequena ilha no meio do lago e que tem acesso por uma ponte, e ao fundo o Maciço Paine e o Salto Grande.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Mirador Condor - Lago Pehoe
Mirador Cóndor – Lago Pehoé

Voltamos para a estrada, percorremos mais alguns metros e resolvemos parar para conhecer o Salto Chico. Esta pequena queda d’água, bem menor que o Salto Grande, liga o Lago Pehoé ao Rio Paine. O Hotel Explora fica bem ao lado dele e tem um visual privilegiado. Andamos por um caminho feito em madeira, bem panorâmico e com um visual bem bonito.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Salto Chico
Salto Chico

Voltamos para a estrada rumo ao nosso hotel. Chegamos na Portaria Rio Serrano e saímos do parque, pois nosso hotel fica muito próximo mas do lado de fora. Como a estrada estava fechada, ainda tivemos que pedir para passar pela obra pois era o único caminho para o hotel. Antes de chegarmos, ainda paramos num mirante de onde se tem uma belíssima vista panorâmica da Villa Serrano, lugar onde fica nosso hotel. Um lugar lindo. Um vale com lagos, montanhas nevadas e onde o Rio Grey encontra o Rio Serrano.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Villa Serrano
Villa Serrano

Chegamos enfim ao Hotel Rio Serrano, onde fomos bem recebidos com pisco sour num brinde de boas vindas. Hora de descansar que o dia seguinte também seria de muita aventura, não sem antes apreciar a vista do hotel, de onde pudemos ver o Maciço Paine através dos vidros da recepção e de seus lounges.

Chile - Parque Nacional Torres del Paine - Villa Serrano
Villa Serrano

Veja também:


Serviços

  • Ingresso PN TDP – 18.000 pesos chilenos (válido por 3 dias consecutivos – valor de março/2013)

Links úteis

Deixe uma resposta