Conhecendo o Palácio de Versailles

Franca - Paris - Palacio de Versailles - Jardins

Um pouquinho de sua história

Também conhecido como Château de Versailles, é considerado o palácio mais luxuoso do mundo. Há mais de 30 anos é classificado como Patrimônio Mundial da Humanidade. O Rei Luís XIV, conhecido como Rei Sol, ordenou sua construção. O arquiteto Louis Le Vau (1612-1670), que construiu o Louvre e as Tulleries, foi o encarregado das obras da primeira etapa. Foi ajudado pelo pintor Charles Le Brun (1619-1690), responsável pela decoração, e por André Le Nôtre (1613-1700), o jardinista que criou os “jardins à francesa”. Estes jardins são caracterizados pelas perspectivas a perder de vista, pelos lagos e repuxos. Le Brum foi contratado para fazer os jardins e levar água para Versailles.

Franca-Paris-Palacio-de-Versailles-Antigamente
Palácio de Versailles- Antigamente
Franca - Paris - Palacio de Versailles
França – Paris – Palácio de Versailles

A fachada principal media 580 metros de cumprimento e possuía 375 janelas. Também tinha grandes pátios e muitos edifícios laterais. As cores dominantes do palácio eram o branco e o ouro.  Finalmente, no dia 6 de maio de 1682, Luís XIV levou definitivamente a sua corte para o Palácio de Versailles, sem o qual seria impossível imaginar o reinado do Rei Sol. O palácio manteve a sua importância até a época da Revolução Francesa.

Franca - Paris - Palacio de Versailles Fachada
Fachada

É um palácio majestoso, onde dentro está localizada a Galeria dos Espelhos (Galerie des Glaces), onde foi assinado, em  28 de junho de 1919, o Tratado de Versailles, que pôs fim a Primeira Guerra Mundial. Impossível andar pelas suas salas, quartos de reis e rainhas, galerias e não admirar as pinturas de tetos e paredes, simplesmente incríveis.

Franca - Versailles - Palacio de Versailles - Galeria dos Espelhos
Galeria dos Espelhos
Franca- Paris- Versailles- Palacio de Versailles- Pinturas de Tetos
Pinturas de Tetos
Franca - Paris - Palacio-de-Versailles - Quarto da Rainha
Quarto da Rainha

Hoje o palácio é utilizado como museu e centro cultural, uma das maiores maravilhas do mundo, um passeio imperdível. Possui um dos maiores jardins da Europa, muitas e muitas fontes, canais e esculturas tornam o passeio muito agradável. Os jardins estão centralizados na fachada Sul do palácio, o qual está colocado um terraço para dar uma grande vista dos jardins.

Franca-Paris-Palacio-de-Versailles-Vista-dos-Jardins
Vista dos Jardins

Hoje em dia é possível fazer a visita com um carrinho elétrico. É a opção mais confortável. Ele custa aproximadamente 32 euros por hora e é utilizado para conhecer os jardins, o Grand Trianon e o Domaine. O ponto de parada é a Terrasse Nord e é necessário carteira de motorista.

 

 

Franca - Paris - Palacio de Versailles - Carrinho Elétrico
Palácio de Versailles – Carrinho Elétrico

Como ir de Paris até Versailles

Existem várias opções:

  • De trem partindo da estação ferroviária Paris Montparnasse até a estação Versailles Chantiers;
  • De trem partindo da estação Paris Saint Lazare até a estação Versailles Rive Droite;
  • De RER C, com parada em duas estações: Versailles Chantiers e Versailles Rive Gauche. Versailles Rive Gauche é a estação mais próxima do castelo. Para descer nesta estação pegue o RER C5. A linha do RER C passa por várias estações em Paris: Saint Michel – Notre Dame, Musée d’Orsay, Invalides, Pont d’Alma, Champs de Mars Tour Eiffel;
  • A opção que escolhemos foi a RER C5 para descer em Versailles Rive Gauche, é a estação final e depois de sair ainda é necessário andar um pouquinho, cerca de 15 minutos até chegar ao Palácio.

A melhor opção vai depender de onde você está localizado em Paris, por isso é interessante planejar com antecedência.


Onde e como comprar o ticket

Uma dica super importante que vamos deixar aqui é: Compre seu ticket com antecedência e pela internet hoje é a melhor opção. As filas são grandes e não vale a pena perder tempo pois o palácio e seus jardins são muito grandes, o que necessita de todo tempo possível.

  • No Site Oficial do Palácio;
  • Nos guichês do Ofício do Turismo de Paris;
  • Utilizando o Museum Pass (essa foi nossa opção), se você o adquiriu.

Paris Museum Pass – Além da economia e da comodidade de uso de transportes, com o Paris Museum Pass  você dispensa as filas das bilheterias em todas as atrações onde este é aceito (que são muitas). Só será necessário enfrentar fila nos lugares onde há controle de raio-X (Sainte-Chapelle e Versalhes) ou onde a entrada é controlada e, por isso, lenta (Torre de Notre-Dame).

Sobre o Paris Museum Pass, você pode adquirir ele nos aeroportos, estações de trem e metrô. Nós compramos o nosso logo que chegamos no aeroporto. Existem várias opções, 2,4 e 6 dias. Para maiores informações sobre o pass, acesse aqui.

Existem vários tickets, qual deles comprar ? Acesse o site da bilheteria oficial.


Organizando a visita

Dedique um dia inteiro para a visita. Caso você não tenha esse tempo todo, faça a pesquisa no site do palácio e separe os locais que deseja visitar. Nossa dica é: não deixe de passar pelos Apartamentos de Reis e Rainhas e a Galeria dos Espelhos, lembrando que o caminho pelas salas e apartamentos é uma via única, então tenha em mente que você andará bastante por dentro do palácio.

Nós iniciamos pela parte interna do palácio e deixamos os jardins por último. Outra dica importante é, uma vez que você saia para fora do castelo, no acesso aos jardins, não é permitido voltar ao seu interior, por isso, tome cuidado !!!

Franca-Paris-Palacio-de-Versailles-Jardins
Jardins

Já nos jardins do palácio, existem vários quadrantes de jardins e fontes nas laterais, algumas delas com show de água e música. Tentem fazer um piquenique ao lado do lago maior. Além de aproveitar a linda vista, também é possível fazer um agradável passeio de pedalinho ou caiaque. Nos arredores desse lugar existem banheiros e uma lanchonete.

Franca-Paris-Palacio-de-Versailles-Fontes-dos-Jardin
Fontes dos Jardins
Franca-Paris-Palacio-de-Versailles-Lagos
Lagos

Ainda no interior do parque do palácio, não deixe de visitar o Petit  Trianon. Este palácio foi construído no século XVIII pelo Rei Luis XV para a sua amante, a Madame de Pompadour. Outro que vale a visita é o Grand Trianon. Este palácio, que Luis XIV fez construir nas proximidades, tem seu exterior todo em mármore, de onde deriva o apelido pelo qual também é conhecido.

Franca-Versailles-Palacio-de-Versailles-Petit-Triano
Petit Trianon
Franca - Versailles - Palacio de Versailles - Sala Petit Trianon
Palácio de Versailles – Sala Petit Trianon
Franca-Versailles-Palacio-de-Versailles-Grand-Trianon-Jardin
Grand Trianon
Franca - Versailles - Palacio de Versailles - Grand Trianon
Palácio de Versailles – Grand Trianon

Tente evitar os finais de semana por ser muito cheio. Nos meses de verão essa regra não se aplica, todos os dias são cheios.

Nos domingos de inverno, que vai de novembro a março, a entrada é gratuita. A gratuidade inclui a visita aos Grandes Apartamentos e à Galeria dos Espelhos. Também estão incluídas: Sala do Sacre, Galeria das Batalhas, Castelo Trianon e Domaine da Marie Antoinette e exposições temporárias.

A visita é gratuita o ano todo para: menores de 18 anos, menores de 26 anos que são residentes na União Européia e pessoas com deficiência física e seus acompanhantes.

Veja mais sobre nossa visita na Cidade-Luz, clicando aqui.

3 thoughts on “Conhecendo o Palácio de Versailles

    1. Olá Arnaldo, seu comentário nos deixa ainda mais feliz! Sim, também adoramos cultura e estamos preparando um post incrível da nossa visita no Museu do Vaticano! Abraços e continue seguindo o JBnaEstrada!

Deixe uma resposta