Valle de la Luna e Valle de la Muerte – Atacama

Chile - Deserto do Atacama - Vale de la Luna (San Pedro de Atacama)

Num passeio inesquecível e radical, com direito à muito calor e caminhada, fomos conhecer o Valle de la Luna e o Valle de la Muerte  dois paraísos naturais localizados em pleno Deserto do Atacama.


2º dia: Valle de la Luna e Valle de la Muerte

No dia anterior, como chegamos no início da noite, não deu tempo para reservarmos os passeios. Por isso, fomos para o hotel, deixamos nossas malas, tomamos um bom banho e saímos para jantar. Fomos até a praça principal da cidade e jantamos no restaurante La Plaza. Por sinal, este foi o restaurante em que faríamos praticamente todas as refeições na cidade, pois era um dos poucos que aceitavam cartão.

Neste dia acordamos bem cedo e fomos agendar os passeios que faríamos no Atacama. Perto da principal praça de San Pedro de Atacama, encontramos uma agência em que reservamos a maioria dos nossos passeios: a Grado 10. Ao redor da praça existem algumas construções modestas mas de estilo muito peculiar. A Igreja de San Pedro, do início do século XVI, que é uma bonita construção legada pelos antigos colonizadores espanhóis. Ali também encontramos o Centro Artesanal de San Pedro do Atacama com suas barracas de artesanatos locais.

Chile - San Pedro de Atacama - Igreja de San Pedro
Igreja de San Pedro
Chile - San Pedro de Atacama - Feira de Artesanato
Feira de Artesanato

Também encontra-se ali o Museu Arqueológico Gustavo Le Paige que possui uma coleção de peças de cerâmica, fragmentos de tecido, múmias e material arqueológico descobertos na área local, representando o povo atacamenho e sua cultura. Ao lado do museu existe um semáforo que indica a intensidade dos raios ultravioletas na região. Entre baixo (verde), médio (amarelo) , alto (laranja), perigoso (vermelho) e extremo (roxo), naquele dia estava verde.

Chile - San Pedro de Atacama - Museu Arqueologico Gustavo Le Paige
Museu Arqueológico Gustavo Le Paige

Valle de la Luna

Depois do almoço, no La Plaza, fomos ao nosso primeiro passeio pelo Atacama: Valle de la Luna e Valle de la Muerte. Na hora marcada, estávamos em frente à Grado 10, que fica próxima à praça. Aguardamos todos chegarem, éramos  em 7 pessoas, e partimos. No caminho, o nosso guia, que era um cara muito gente boa, perguntou se poderíamos fazer um tour diferente do normal, que foi logo aceito pela turma. Chegamos no Valle de la Luna e percorremos alguns quilômetros até chegarmos no ponto de onde começamos a caminhada. Foram aproximadamente 1 km na areia fofa debaixo de um sol violento até o ponto de subida.

Chile - Atacama - Valle de la Luna - Vulcao Licancabur
Valle de la Luna – Vulcão Licancabur

A subida, de aproximadamente 100 metros, foi relativamente tranquila, comparada com a areia fofa. Quando chegamos lá em cima tivemos a recompensa. Um visual panorâmico do vale com suas areias de diversas tonalidades e ao fundo os vulcões e picos nevados. Andamos por mais uns 500 metros por uma trilha estreita e pedregosa até chegarmos num ponto panorâmico em que tínhamos a visão do Anfiteatro e da Grande Duna. Este vale é uma pequena depressão de 500 metros de diâmetro, com solo salino e rodeado por morros com formações exóticas lembrando o solo lunar. Simplesmente magnífico !!!

Chile - Atacama - Valle de la Luna
Valle de la Luna
Chile - Atacama - Valle de la Luna
Valle de la Luna

Continuando nosso passeio, conhecemos uma das atrações do lugar: As Três Marias. Estas são esculturas naturais cultuadas pelos atacamenhos, que segundo a lenda se assemelham com mulheres. Na minha humilde opinião, uma até parecia uma mulher com uma criança, mas as outras duas pareciam mais um coelho e um sapo. Nesta região existe uma grande quantidade de cristais de sal, tendo algumas cavernas e que, no passado, foi uma mina de sal.

Chile - Atacama - Valle de la Luna - As Tres Marias
Valle de la Luna – As Três Marias

Valle de la Muerte

Seguimos e fomos para o Valle de la Muerte, também conhecido como Valle de Marte. Logo na descida do caminhão, o guia nos deu uma explicação sobre a origem geológica daquele cânion. Esta é a entrada do vale que é formado por um terreno árido, alaranjado e irregular, e grandes dunas de areia. Um visual muito bonito ! Estava ventando muito e não ficamos muito tempo pois ainda tínhamos que ir para o ponto de observação do pôr do sol.

Chile - Atacama - Valle de la Muerte - Vulcao Licancabur
Valle de la Muerte – Vulcão Licancabur

Para finalizar nosso passeio deste dia, percorremos mais alguns quilômetros e paramos num ponto panorâmico no Valle de la Luna para ver o pôr do sol. Deste ponto pode-se ver as Cordilheiras dos Andes, do Sal e do Domeyko. Conforme o sol ia baixando, o céu ficava cada vez mais colorido, do amarelo ao lilás, numa paisagem de tirar o fôlego. Terminamos o dia em cima do caminhão naquele cenário de outro planeta. Inesquecível !!!

Chile - Atacama - Valle de la Luna
Valle de la Luna

Veja também:


Dicas e informações

Serviços

  • Agência: Turismo Grado 10 – Preço: 8.000 pesos chilenos por pessoa (valor de março/2011)

Links úteis

Deixe uma resposta