Salar do Atacama e Lagunas Altiplânicas – Atacama

Chile - Atacama - Lagunas Altiplanicas - Laguna e Vulcao Miniques

Neste passeio adentramos a Reserva Nacional dos Flamingos e o Salar do Atacama, terceiro maior salar do mundo. Conhecemos também diversas lagunas como as Lagunas Altiplânicas, Miscanti e Miñiques, como também a Cejar e a Tebenquiche.


4º dia:  Salar do Atacama, Pueblo Socaire, Lagunas Altiplânicas, Pueblo Toconao, Laguna Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebenquiche

Neste dia acordamos bem cedo e às 6:00 am já estávamos na Laguna Chaxa. Esta laguna, a 62 km de San Pedro de Atacama, é protegida pela Reserva Nacional dos Flamingos e está situada no Salar do Atacama, o terceiro maior salar do mundo (atrás de Uyuni, na Bolívia, e Salt Lake City, nos EUA). Suas margens são cobertas por sal cristalizado que se acumula pela evaporação das águas salinas subterrâneas, as mesmas que ajudam a formar a lagoa. Segundo o guia, a camada de sal chega a 1,5 km de profundidade.

Ainda estava bem frio quando começamos a caminhada por uma trilha ao redor do lago. Aqui é um ótimo lugar para observar flamingos, com o bico dentro da água procurando comida ou em seu voo majestoso, e as gaivotas andinas. Depois de aproximadamente uma hora, retornamos à entrada do salar para uma explicação sobre a geologia, fauna e flora do local e antes de continuarmos nosso passeio, tomamos um delicioso café da manhã.

Chile - Atacama - Reserva Nacional Los Flamencos - Laguna Chaxa
Reserva Nacional Los Flamencos – Laguna Chaxa
Chile - Atacama - Reserva Nacional Los Flamencos - Laguna Chaxa
Reserva Nacional Los Flamencos – Laguna Chaxa

Pegamos a estrada, subindo à quase 3000 metros de altitude, e logo paramos num pequeno povoado atacamenho, Pueblo Socaire, conhecido por suas casas sem janelas e sua igreja do período colonial, feita de barro e argila, patrimônio nacional.

Chile - Atacama - Pueblo Socaire
Pueblo Socaire

Lagunas Altiplânicas – Miscanti e Miñiques

Para finalizar o passeio da manhã, seguimos para conhecer as Lagunas Altiplânicas, ainda dentro da Reserva Nacional dos Flamingos. Depois de percorrermos 18 km e estando a mais de 4000 metros de altitude, chegamos na Laguna Miscanti. Que lugar é esse !!!! Um lago de azul intenso, formando um grande espelho, emoldurado pelo Vulcão Miscanti e mais outros vulcões e montanhas nevadas, sem falar a vegetação rasteira com um tom dourado. Paramos por alguns minutos para admirar aquele beleza exótica.

Chile - Atacama - Lagunas Altiplanicas - Laguna e Vulcao Miscanti
Lagunas Altiplânicas – Laguna e Vulcão Miscanti

O nosso guia pediu que subíssemos no caminhão para irmos até a próxima atração. Estava frio, mas de cima do caminhão tínhamos uma visão ainda melhor daquele lugar. Estávamos ainda olhando para a Laguna e o Vulcão Miscanti quando, alguns metros depois, subimos uma pequena elevação montanhosa e nos deparamos com outra cena de tirar o fôlego. A belíssima Laguna Miñiques, com o Vulcão Miñiques ao fundo, formando um grande espelho d’água e refletindo as montanhas ao seu redor. Simplesmente incrível !!!

Chile - Atacama - Lagunas Altiplanicas - Laguna e Vulcao Miniques
Lagunas Altiplânicas – Laguna e Vulcão Miñiques

Saímos da reserva e fomos conhecer mais um povoado atacamenho, Pueblo Toconao. Este povoado, a 38 km de San Pedro, tem uma arquitetura colonial típica e é conhecido pelo seu artesanato. Paramos numa pequena e bela praça,  onde visitamos sua igreja e tiramos fotos com cactus gigante.

Chile - Atacama - Pueblo Toconao
Pueblo Toconao

Laguna Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebenquiche

Após o almoço, saímos para mais um passeio com o intuito de conhecermos mais deste lugar tão surpreendente. Começamos pela Laguna Cejar, a cerca de 18 km de San Pedro, uma lagoa azul esverdeada de água límpida e refrescante para mergulhar. E foi o que fizemos. Parecia a “praia do Atacama”…tiramos nossa roupa e mergulhamos naquele lugar tão diferente, cercado por vulcões e montanhas nevadas. Vale citar que por causa da alta concentração de sal na água, as pessoas não afundam e que ao sairmos da água tivemos que tomar um banho de “lava a jato” para tirar o sal.

Chile - Atacama - Laguna Cejar
Laguna Cejar

Nem precisava ter tirado o sal, já que depois fomos conhecer os Ojos del Salar, que são dois buracos, “dois olhos”, um próximo ao outro, que formam dois lagos de água doce no meio do deserto. Como pareciam bem refrescantes, aproveitei para mergulhar num deles…ou seja…mergulhar não…saltar, pois do lugar que estávamos para a água tinha uma altura de uns cinco metros.

Chile - Atacama - Ojos del Salar
Ojos del Salar

Para fechar este dia de tantas atividades e lugares lindos e inesquecíveis, fomos até a Laguna Tebenquiche. Nesta época do ano, esta laguna está praticamente seca expondo todo o seu sal. Apenas no período de chuva, que dura 3 dias no ano, é que a laguna fica cheia de água. Ficamos caminhando pela laguna seca, o sol se pondo, o céu misturando tons do amarelo ao laranja, e a Cordilheira dos Andes, com seus vulcões e montanhas nevadas, misturando tons do marrom ao vermelho. Ao pôr do sol, fizemos um brinde com coquetel de pisco sour. Um dia inesquecível !!!

Chile - Atacama - Laguna Tebenquiche
Laguna Tebenquiche
Chile - Atacama - Laguna Tebenquiche
Laguna Tebenquiche

Veja também:


Dicas e informações

Serviços

  • Os passeios foram realizados com a agência Turismo Grado 10 (valor de março/2011)
  • Salar de Atacama e Lagunas Altiplánicas – Preço: 30.000 pesos chilenos (por pessoa)
  • Laguna Cejar, Ojos del Salar e Laguna Tebenquiche – Preço: 15.000 pesos chilenos (por pessoa)

Links úteis

Deixe uma resposta